Black Friday Ubannet

05/08/2016 às 07h57m

Santa Cruz joga melhor e pontua na Arena do Grêmio

O Santa Cruz recebe o São Paulo, domingo, no Recife.

A reação do Santa Cruz está em curso. Diante de um dos favoritos ao título, na casa do adversário, o Tricolor do Arruda fez um grande jogo e esteve muito próximo da vitória. A equipe coral não se contentou com o empate, pressionou a defesa adversária, colocou bola na trave. O placar final de 0x0, no entanto, garante um ponto na tabela da Série A. Mais do que isso: restaura o moral de um grupo vencedor, que vem encontrando dificuldades no Brasileirão, mas que tem totais condições de reverter o cenário.

Os três pontos não foram alcançados por pouco. Mas, com o resultado, o Santa Cruz já avançou. Saiu da 18ª para a 17ª posição, com 18 pontos. A equipe coral pode sair da zona de rebaixamento na próxima rodada. E a torcida terá um papel fundamental. O Santa Cruz recebe o São Paulo, domingo, no Recife. É para lotar o Arruda!

A partida

Desde os primeiros minutos, a equipe coral mostrou qualidade. Não somente na parte técnica. O Santa Cruz foi um time organizado, inteligente sem a bola. Muito bem montado e com uma movimentação interessante. Os espaços começaram a aparecer e o Tricolor teve o controle do jogo, especialmente até a metade do primeiro tempo. Depois, o Grêmio esboçou uma reação e equilibrou a partida.

Mas a melhor chance do primeiro tempo foi do Santa Cruz. E partiu de um grande lançamento de João Paulo. Aliás, o meio-campista coral fez uma partida excelente. Aos 44, ele serviu Keno, que passou para Grafite. O artilheiro coral perdeu um pouco do ângulo e a zaga adversário afastou o perigo.

Na volta para o segundo tempo, o Tricolor manteve a atitude. Mas o Grêmio também pressionou. Aos quatro minutos, Miller Bolaños acertou uma bela cobrança de falta. A bola foi na trave de Tiago Cardoso e voltou para Negueba, que perdeu o gol. O time gaúcho tentou criar outras chances, mas esbarrou na ótima atuação do sistema defensivo coral, que funcionou coletivamente e também teve destaques individuais. O zagueiro Néris, mais uma vez, foi gigante.

Bem postado em campo, o Santa Cruz foi muito perigoso no ataque. Aos 20, João Paulo acertou uma linda cobrança de falta, mas não teve sorte. A bola parou no travessão de Marcelo Grohe.

Aproveitando os contra-ataques, Keno e João Paulo construíram jogadas importantes. Grafite foi bem alimentado no ataque. O atacante teve um bom rendimento nas finalizações, acertou a meta adversária, mas parou no goleiro do time gaúcho. Para a vitória, faltou pouco. Mas, para recuperar de vez a confiança, a missão foi cumprida na Arena do Grêmio.

Comentários

Outras notícias