Black Friday Ubannet

03/08/2018 às 09h02m

Quatro policiais, pilotos de helicóptero da SDS, são investigados

Segundo o MPPE, policiais que trabalham como pilotos do helicóptero estariam fazendo voos privados.

helicopitero_sds

Dois policiais civis e dois militares, entre eles um tenente coronel, que trabalham como pilotos do helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS) estão sendo investigados pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). De acordo com as denúncias, eles estariam deixando de cumprir a jornada de trabalho para realizar voos em aeronaves privadas. A Corregedoria da SDS também apura o caso.

De acordo com o MPPE, quatro inquéritos civis estão em andamento. Além do tenente coronel, um major do Corpo de Bombeiros, um agente e um comissário especial da Polícia Civil também são alvos de investigações. Caso comprovadas as denúncias, eles devem responder na Justiça por improbidade administrativa.

O promotor de Justiça Eduardo Cajueiro, responsável pelo caso, recomendou que a SDS informe, semestralmente, por meio de relatório, as ocasiões em que os pilotos do Grupamento Tático Aéreo realizarem voos privados. Pediu ainda que o secretário de Defesa Social seja notificado, a fim de que sejam adotadas medidas administrativas.

Por meio de nota oficial, a Corregedoria Geral da SDS afirmou que também recebeu denúncia anônima e que, de imediato, abriu investigação preliminar para apurar a conduta de quatro servidores da segurança. “No caso dos oficiais do Corpo de Bombeiros, foi aberto um Conselho de Justificação. O processo foi concluído e está em fase de análise final do relatório. Já os dois policiais civis respondem a um Processo Administrativo Disciplinar, que está em fase de instrução e defesa”, informou o texto.

Ao final das investigações, se comprovadas as graves irregularidades, os policiais podem ser punidos inclusive com a expulsão da corporação (no caso dos militares) ou demitidos (no caso dos civis).

Informações: Ronda JC

Comentários

Outras notícias