Black Friday Ubannet

28/07/2015 às 10h49m - Atualizado em 30/07/2015 às 19h14m

Cervejarias investem R$ 1,9 Bilhões em fábricas de Pernambuco

Somente a Ambev, líder de vendas no Brasil, anunciou que irá investir R$ 400 milhões na ampliação da fábrica em Itapissuma

:

Pernambuco deverá receber investimentos de R$ 1,9 bilhão até 2020. O responsável por esta injeção de recursos no Estado não está ligado ao polo naval ou ao polo automotivo, e sim ao setor de bebidas, mais especificamente à indústria de cervejas. Incentivos fiscais, localização geográfica privilegiada, custos baixos de produção - incluindo mão-de-obra – levaram as principais fabricantes a ampliarem suas unidades industriais e brigar para ganhar mercado no Nordeste, segundo maior mercado de bebidas do país e que responde por 23% da produção nacional de cervejas, conforme matéria publicada pela Folha de São Paulo.

Somente a Ambev, líder de vendas no Brasil, anunciou que irá investir R$ 400 milhões, até 2017, na ampliação da fábrica que mantém em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife. Com os novos investimentos, a unidade será a primeira do Nordeste a produzir as cervejas long necks das marcas Budweiser, Stella Artois e Skol Senses. A fábrica também será responsável pela importação da cerveja Corona.

Atualmente a fábrica de Itapissuma produz as principais marcas do portfolio da Ambev: Skol, Antarctica, Brahma, Guaraná Antarctica e Soda Limonada.

A Brasil Kirin, que tem em seu portfolio as marcas Schin e Devasssa, mal concluiu o aporte de R$ 400 milhões necessários à ampliação da sua fábrica em Igarassu, Região Metropolitana do Recife, e já anunciou que irá aplicar outros R$ 500 milhões até 2020.
Em abril, a Itaipava inaugurou uma fábrica no Estado, a segunda do Grupo Petrópolis na Região Nordeste, com investimentos de R$ 600 milhões.


Do Pernambuco 247

Comentários

Outras notícias