Black Friday Ubannet

21/07/2018 às 14h43m - Atualizado em 21/07/2018 às 17h21m

Janaína Paschoal deve ser anunciada vice de Bolsonaro neste domingo

A advogada ficou conhecida por ser uma das autoras do parecer que embasou o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff

bolsonaro-janaina

Estão crescendo as possibilidades de que a advogada Janaína Paschoal, que ficou conhecida por ser uma das autoras do parecer que embasou o pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, seja vice na chapa do pré-candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL). As informações que constam é que, neste sábado (21), a advogada se encontre pessoalmente com Bolsonaro, no Rio de Janeiro, para uma conversa. 

Caso as “negociações” avancem, Paschoal pode ser anunciada como vice oficialmente já no domingo (22), quando acontece a convenção nacional do PSL. Em entrevista concedida ao jornal O Globo, o próprio presidenciável disse que está “namorando” por telefone com Janaína. “O meu sentimento é que ela [Janaína] está com vontade de ajudar a transformar o Brasil. Estamos “namorando” por telefone. Ela deu sinal verde. Ela deve vir ao Rio amanhã (sábado) e, provavelmente, no domingo estará na convenção. Pode acontecer de anunciar (a chapa) lá. Vai ser a dupla Já-Já”, antecipou. 

Janaína, que se filiou ao PSL em abril passado, foi convidada pelo presidente do partido em São Paulo, o deputado Major Olímpio (PSL), para concorrer ao governo do estado, mas recusou e estudava uma candidatura a deputada estadual. 

Em entrevista ao Estado de Minas, a advogada teria dito que “nenhum brasileiro tem direito a descartar, sem antes avaliar, uma missão dessa natureza”. Também falou que será  necessário uma longa conversa. “Preciso entender o que o candidato espera de seu vice, quais atribuições vislumbra passar a ele”. 

Comentários

Outras notícias