Black Friday Ubannet

19/07/2018 às 20h12m - Atualizado em 19/07/2018 às 20h44m

Casal é preso por estupro de menina em Paulista

Ela era filha de um dos acusados. O caso ocorreu em 2012 e os dois foram condenados a 18 anos e 4 meses de prisão.

casal_algemado_1

Um homem foi preso por estuprar a filha de 7 anos em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. A mulher do acusado também foi presa, acusada de ser conivente, segundo a delegada do caso, Beatriz Gibson. A prisão do casal foi divulgada nesta quinta-feira (19), em coletiva de imprensa.

A menina vítima do abuso era fruto de um relacionamento anterior do acusado. A denúncia contra o casal foi registrada em 2012 e os dois foram condenados a 18 anos e 4 meses. Segundo a Polícia Civil, a decisão não cabe recurso.

“A menina ia todo final de semana para a casa do pai. A gente não pode dizer, e talvez ela nem entendesse, se ela começou a ser abusada aos cinco ou seis anos. Às vezes, a criança está sendo abusada e nem percebe, ela compreende aquilo como um carinho, um afago”, apontou a delegada.

A polícia entrou no caso depois de uma denúncia da mãe da menina. “O que a gente sabe é que em 2012, aos 7 anos, a menina começou a relatar à mãe o que acontecia na casa do pai. Foi a partir daí que a mãe resolveu denunciar o que estava acontecendo”, explicou.

Outra vítima

A esposa do pai da menina também tinha um filho de outro relacionamento e a criança, à época, também disse em depoimento que sofria abusos do padrasto. Em consequência disso, o menino optou por sair da casa da mãe e morar com os avós.

“Ela foi condenada porque ficou comprovado que tinha conhecimento do que se passava e, inclusive, não tomou providências ao saber que o próprio filho era abusado. Ela foi negligente, sabia o que ele praticava. A menina estava dentro da casa dela e estava sob responsabilidade dela e dele e, mesmo assim, permitiu que o fato acontecesse”, falou Beatriz Gigbson.

O homem foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Grande Recife. A mulher foi encaminhada para a Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, no bairro da Iputinga, na Zona Oeste da capital.
 
Do G1 PE

 

 

Comentários

Outras notícias