Black Friday Ubannet

13/07/2018 às 19h57m - Atualizado em 14/07/2018 às 07h31m

Pesquisa com plantas na Paraíba ganha destaque internacional

Uma pesquisa com plantas medicinais foi publicada recentemente em uma importante revista internacional (Journal of Thermal Analysis and Calorimetry, Springer-Nature).

cajarana-1

Uma pesquisa com plantas medicinais que vem sendo realizada pelo Centro Universitário Unifacisa em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) e a School of Pharmacy and Pharmaceutical Sciences, Trinity College Dublin – Irlanda, foi publicada recentemente em uma importante revista internacional (Journal of Thermal Analysis and Calorimetry, Springer-Nature).

O estudo trata da avaliação dos parâmetros de qualidade para utilização das folhas da cajarana (Spondias dulcis Parkinson) como chá. Esta planta é muito comum no semiárido paraibano, onde é bastante utilizada para produção de sucos e polpas.

De acordo com o professor do curso de Farmácia da Unifacisa, Felipe Hugo Alencar Fernandes, responsável da pesquisa, a publicação do artigo significa o reconhecimento do trabalho que vem sendo desenvolvido na área de plantas medicinais pelas Instituições.

“A pesquisa neste campo é fundamental. Os chás são utilizados desde os tempos mais antigos e seu conhecimento é passado através das gerações. Desde 2014 estamos realizando estudos neste sentido. A  primeira fase era para obter resultados que nos garantisse a qualidade na utilização das folhas na produção de chás, com ativos atuando como laxante e anti-oxidante”, afirmou.

As folhas foram coletadas em Uiraúna, alto sertão paraibano. As análises foram feitas na Unifacisa, UEPB, Unesp e na Irlanda. A próxima etapa da pesquisa será feita no Biotério da Unifacisa. “Agora vamos avançar nas pesquisas e estudar a parte biológica para saber se o uso do mesmo é capaz de auxiliar no combate a outras doenças como as neurodegenerativas, depressão e ansiedade, tendo em vista seu elevado potencial antioxidante”, disse.

Neste sentido, as investigações analíticas e microbiológicas das folhas da cajarana são propostas para estabelecer parâmetros de controle de qualidade. Os resultados sugerem o controle de qualidade dos parâmetros dos fitoterápicos e fornecem os dados científicos para a correta identificação e estabelecimento de padrões para futuras investigações e aplicações.

 
MaisPB

Comentários

Outras notícias