Black Friday Ubannet

11/07/2017 às 08h42m - Atualizado em 11/07/2017 às 09h27m

Piauí: Enterrado sob aplausos e salva de tiros soldado do Exército morto em acidente neste domingo (9)

Caminhão em que estavam 26 militares tombou na PI-113, Norte do Piauí, ao se deslocar para a realização de uma obra.

pi

Foto: Internet/Reprodução

Foi enterrado no final da tarde desta segunda-feira (10) o corpo do soldado Pedro Henrique Pimentel, morto depois que o caminhão do Exército onde ele estava tombar na PI-113, Norte do Piauí. O sepultamento ocorreu no cemitério Jardim da Ressureição, Zona Sudeste de Teresina, e foi marcado por marcado por muita dor e comoção de amigos e familiares.

Militares e amigos do soldado Pimentel, como era mais conhecido na corporação foi sepultado sob aplausos e uma salva de tiros. Durante todo o tempo o caixão permaneceu coberto com a bandeira do Brasil.

O caminhão com 26 militares tombou na tarde de domingo (10), quando voltava da obra de uma ponte que liga as cidades de Batalha e Esperantina. O capitão Miguel Batista, comandante da Companhia da Polícia Militar de Barras, informou que ainda não se sabe o que teria causado o tombamento do caminhão, que caiu em uma ribanceira.

Segundo o comandante do 2º Batalhão de Engenharia de Construção em Teresina, coronel Alessandro da Silva, os militares embarcaram dia 4 de junho para a região de Batalha, onde realizavam obras de conversão e manutenção da BR-222 e durante o retorno ocorreu o acidente. O serviço é um convênio feito com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

O comandante informou ainda que ao todo, 12 feridos receberam alta médica e 13 permanecem internados. “Quatro militares estão em situação mais grave e inspiram cuidados. Eles seguem internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), três com traumatismo craniano e um com trauma de pneumotórax. Outros cinco feridos permanecerão por mais tempo hospitalizados para um acompanhamento e tratamento, e quatro pessoas aguardam receber alta", informou o comandante.

Do G1 Piauí

Comentários

Outras notícias