10/07/2017 às 14h51m - Atualizado em 10/07/2017 às 15h15m

No Rio Grande do Norte, homem é preso suspeito de atear fogo na própria família

Um bebê de 8 meses está entre as vítimas. Mãe, a mulher e a irmã do suspeito também foram socorridas.

Um jovem de 18 anos foi preso na noite deste domingo (9) suspeito de ter ateado fogo na própria família. O crime aconteceu na comunidade chamada Costa do Lombo, na zona rural de Lajes, município da região Central potiguar. Entre as vítimas estão a mãe, a mulher e a irmã do suspeito, além do filho dele, um bebê de oito meses.

As vítimas foram socorridas pelo Samu para o setor de queimados do Hospital Walfredo Gurgel, em Natal. De acordo com a unidade, o bebê está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), em estado grave, com 50% do corpo queimado. A esposa do suspeito possui queimaduras de 2° grau, com 50% do corpo também atingido pelas chamas e permanece estável. A irmã do homem está com 20% do corpo queimado.

Segundo a Polícia Militar, não há detalhes de como o suspeito queimou os familiares. “Ficamos sabendo que ele teria surtado durante uma briga com a mulher”, disse o tenente-coronel Júlio César Farias Vilela, assessor de imprensa da PM.

Contudo, para a polícia, o rapaz relatou que foi um acidente. Disse que estava mexendo no motor de uma motocicleta, perto de um fogareiro, e que uma vasilha com gasolina teria batido no fogo e em seguida caído no corpo dos familiares.

O suspeito foi preso em flagrante, em casa, mas não havia indícios de incêndio. Detido, ele foi preventivamente levado para a delegacia da cidade, onde passou a noite. A polícia disse também que ainda nesta segunda (10) ele deve ser levado para a Delegacia Regional de São Paulo do Potengi.

Do G1 RN

Comentários

Outras notícias