CDL Timbaúba

05/07/2017 às 22h39m - Atualizado em 06/07/2017 às 11h15m

Alvos da 'Operação Última Cartada' roubaram e furtaram pelo menos 30 carros em PE, diz Polícia Civil

Delegado Luiz Andrey fez balanço parcial da ação, deflagrada nesta quarta-feira (5). segundo ele, foram instaurados 30 inquéritos desde o início das investigações, há um ano.

polcia_civil-pe

Os suspeitos de integrar a organização criminosa desarticulada na manhã desta quarta-feira (5) pela ‘Operação Última Cartada’ são responsáveis por, pelo menos, 30 roubos e furtos de veículos em Pernambuco. Segundo o delegado Luiz Andrey, que fez um balanço parcial da ação, esse é o número de inquéritos instaurados ao longo das investigações, iniciadas há um ano.

Na operação, os agentes da Polícia Civil de Pernambuco cumpriram 16 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão em nove cidades. Os integrantes da quadrilha, segundo a polícia, moravam no interior do estado, mas agiam no Grande Recife.

Os crimes eram praticados em Boa Viagem, Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, na Várzea, na Zona Oeste, bem como em Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana.
“Prendemos quatro homens em flagrante e apreendemos peças cortadas de veículos. Elas seriam revendidas no estado. Os suspeitos estavam com armas e projéteis, além de equipamentos usados nas ações criminosas”, afirmou o delegado.

Segundo o policial, ao longo das investigações, foi possível comprovar a participação de cada integrante da quadrilha e como eles atuavam. “Tinha gente para roubar e furtar carros, pessoal para fazer o desmanche de peças, além dos receptadores”, observou.

Dois dos homens autuados tinham sido presos ao longo das investigações. Eles estão em unidades prisionais do Grande Recife e do Agreste. Eles eram encarregados de receptar os carros tomados em assaltos.

Operação

Os agentes atuaram em Paulista, São Lourenço da Mata e Camaragibe, na Região Metropolitana, Paudalho e Timbaúba, na Mata Norte, além de Limoeiro, Surubim, Bom Jardim e Belo Jardim, no Agreste pernambucano. A ‘Última Cartada’ é a 23ª operação de repressão qualificada deflagrada pela Polícia Civil este ano.

A ação é fruto de uma investigação realizada pela Delegacia de Polícia de Roubos e Furtos de Veículos (DPRF), unidade do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri). Participaramm da ‘Última Cartada’ 160 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. Os presos e os materiais apreendidos foram encaminhados para ao Depatri, no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife.

Mais informações obre TIMBAÚBA clique AQUI

Comentários

Outras notícias