Black Friday Ubannet

03/07/2018 às 06h48m - Atualizado em 03/07/2018 às 08h17m

Ensino público de Pernambuco supera média nacional

Os números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe) avançaram pelo terceiro ano consecutivo e atingiram 4,5 em 2017

mochila_escolar
 
O resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de Pernambuco (Idepe) atingiu a média 4,5 em 2017. A nota supera a média nacional, de 3,5 e está quatro décimos acima da média do ano passado. Os números foram apresentados nessa quinta-feira (28), no Palácio do Campo das Princesas. O destaque ficou por conta das colocações das escolas do interior do estado, já que das 10 melhores que disputavam o ranking na categoria de Ensino Médio, oito são do Sertão. O município de Bonito, no Agreste do estado, conquistou quatro premiações.
 
A escola de ensino médio que garantiu o primeiro lugar foi Apolônio Alves da Silva, em Ibimirim, no Sertão do Estado, com Idepe 7,28. Localizada em Zona Rural, ela também levou a melhor colocação na nova categoria avaliada pelo Índice neste ano que mede o crescimento das médias, demonstrando evolução de 117,9%  com relação à nota de 2016. A escola é de tempo regular e representou pela primeira vez o município na premiação.
 
Para a diretora, Antônia Luzimar, acompanhar de perto a frequência e as notas dos alunos tem feito a diferença. “Nós fazemos parcerias com a comunidade em um trabalho de equipe com muito compromisso, dedicação por todos os profissionais que se empenham para o bom andamento da escola. Uma das coisas mais fortes que temos é o monitoramento da frequência. A própria gestão faz a chamada diária em sala. Se houver falta persistente nós visitamos a família com o Conselho Tutelar”, comentou.
 
Em segundo lugar também na categoria Ensino Médio ficou a Escola Estadual João Rodrigues Leite, em Carnaubeira da Penha, no Sertão pontuando 7,11 e a Escola de Referência em Ensino Médio João Batista de Vasconcelos, em Tacaratu, na mesma região, teve média 6,99 ficando em terceiro lugar. Nas categorias Anos Finais do Ensino Médio e Escolas em Parceria, ficou o Colégio de Aplicação do Recife com Idepe 7,94 na primeira listagem e nota 7,37 no segundo ranking.
 
De acordo com o secretário estadual de educação, Fred Amâncio, o resultado positivo das escolas em tempo integral se dá pelo volume da rede. “Percebemos ao longo dos anos que as escolas em tempo integral tiveram um papel importante nesse resultado em Pernambuco, já que o estado tem a maior rede do em tempo integral com 387 escolas. Mas a melhoria também se dá nas escolas de tempo regular pelo conjunto de estratégias, já que temos um olhar em cada instituição, do Recife ao Sertão”, afirmou.
 
O município de Bonito também ganhou destaque com sete escolas concorrendo. Garantiu o terceiro lugar na categoria Anos Iniciais do Ensino Fundamental a Escola Municipal Bernardo Sayao (8,01), que também conquistou o segundo lugar na lista de Anos Finais do Ensino Fundamental com média 6,84, além do terceiro lugar dessa mesma categoria que ficou com a Grupo Escolar Barra Azul (6,84).
 
O primeiro lugar entre as gerências regionais de educação ficou com o Vale do Capibaribe, que compreende o município de Orobó, ficou com o primeiro lugar alcançando média 5,19. No segundo e no terceiro lugar ficaram Sertão do Submédio São Francisco (5,06) e Sertão do Alto Pajeú (4,89) , respectivamente. Já as gerências que tiveram maior crescimento foram Sertão do Moxotó Ipanema, em primeiro lugar com melhoria de 14,3% nas médias do Idepe, GRE Metropolitana Sul, que evoluiu 13,7% e Sertão do Araripe com 13,5%.
 
O Idepe ainda demonstrou uma redução de 98,7% nas escolas que pontuaram com média 3, já que a maioria das escolas estão acima da média seis e três escolas conseguiram resultado acima de oito pontos. “Isso é fruto do trabalho de gestores, alunos, professores e toda comunidade escolar. Temos muito o que melhorar na educação, agora o caminho trilhado tem dado certo e a gente quer cada vez mais motivar as pessoas. Por isso premiamos quem tirou as melhores notas e teve os maiores crescimentos”, afirmou Paulo Câmara.
 
Apesar de comemorar os números, uma das preocupações do governo estadual é melhorar as estatísticas com relação ao Ensino Fundamental. “O nosso desafio não é mais melhorar a taxa de abandono, porque a cada cem jovens que entraram na escola apenas um que não concluiu. Então temos cuidar agora de muitos jovens que não conseguem chegar nas nossas escolas. Não podemos deixar acontecer que terminem o ensino fundamental e não entrem no ensino médio”, pontuou Câmara.
 
Entre as cidades que receberam certificado de melhores resultados nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental estão Quixaba (6,41) em primeiro lugar, Carnaíba (6,33), em segundo e Orobó (6,31), em terceiro lugar. Já na listagem de Anos Finais do Ensino Fundamental foram premiados Panelas (5,94), na primeira colocação, Brejinho (5,74) e Triunfo (5,47).
 
O secretário de educação defende parcerias e incentivos para os municípios. “Precisamos avançar no ensino fundamental e por isso é tão importante estimular os municípios para continuarem a investir na educação básica para que os jovens cheguem no ensino médio ainda mais preparados. E essa premiação serve de incentivo”, disse Amâncio.
 
Ranking
 
REDE MUNICIPAL
 
Escolas Municipais - Anos Iniciais do Ensino Fundamental:
1º lugar: Escola Municipal Alaíde Barbosa de Lima - Ingazeira (IDEPE 8,46)
2º lugar: Escola Municipal Severino André de Luna - Orobó (IDEPE 8,07)
3º lugar: Escola Municipal Bernardo Sayao, em Bonito- (IDEPE 8,01)
 
Anos Finais do Ensino Fundamental:
1º lugar: Escola Milton Pessoa - Triunfo (IDEPE 7,56)
2º lugar: Escola Municipal Bernardo Sayao - Bonito (IDEPE 7,39)
3º lugar: Grupo Escolar Barra Azul - Bonito (IDEPE 6,84)
 
Anos Iniciais do Ensino Fundamental:
1º Lugar: Município de Quixaba (IDEPE 6,41)
2º Lugar: Município de Carnaíba (IDEPE 6,33)
3º Lugar: Município de Orobó (IDEPE 6,31)
 
Anos Finais do Ensino Fundamental:
1º Lugar: Município de Panelas (IDEPE 5,94)
2º Lugar: Município de Brejinho (IDEPE 5,74)
3º Lugar: Município de Triunfo (IDEPE 5,47)
 
REDE ESTADUAL
 
Anos Finais do Ensino Fundamental (Melhores Resultados):
1º Lugar: Escola Tomé Francisco da Silva - Quixaba (IDEPE 6,86)
2º Lugar: Escola Dário Gomes de Lima - Flores (IDEPE 6,50)
3º Lugar: Profº Sebastião F. Rabelo, em São José do Egito (IDEPE 6,39)
 
Anos Finais do Ensino Fundamental (Maiores Crescimentos): 
1º Lugar: Escola Lions Clube de Carpina (IDEPE 58,2%)
2º Lugar: EREM Carlos Pena Filho - Salgueiro (IDEPE 55,5%)
3º Lugar: Escola Erika Thaynara da Silva Leite – Petrolina (IDEPE 50,8%)
 
Ensino Médio (Melhores Resultados):
1º Lugar: Escola Apolônio Alves da Silva - Ibimirim (IDEPE 7,28)
2º Lugar: Escola Estadual João Rodrigues Leite – Carnaubeira da Penha (IDEPE 7,11)
3º Lugar: João Batista de Vasconcelos – Tacaratu (IDEPE 6,99)
 
Ensino Médio (Maiores Crescimentos):
1º Lugar: Escola Apolônio Alves da Silva - Ibimirim (IDEPE 117,9%)
2º Lugar: Escola Estadual João Rodrigues Leite – Carnaubeira da Penha (IDEPE 73%)
3º Lugar: EREM Jornalista João Ferreira Gomes - Petrolina (IDEPE 72%)
 
Escolas parceiras (Anos Finais do Ensino Fundamental)
1º Lugar: Escola de Aplicação do Recife - UPE (IDEPE 7,94)
2º Lugar: Escola de Aplicação- UPE – Garanhuns (IDEPE 7,25)
3º Lugar: Escola de Aplicação – UPE - Petrolina (IDEPE 6,89)
 
Escolas parceiras (Ensino Médio)
1º Lugar: Escola de Aplicação do Recife - UPE (IDEPE 7,37)
2º Lugar: Colégio da Polícia Militar de Petrolina, anexo 1 (IDEPE 6,45)
3º Lugar: Escola de Aplicação - UPE – Garanhuns (IDEPE 6,43)
 
Gerências Regionais de Educação (melhores resultados)
1º Lugar: Gerência Vale do Capibaribe (IDEPE 5,19)
2º Lugar: Gerência Sertão do Submédio São Francisco (IDEPE 5,06)
3º Lugar: Gerência Sertão do Alto Pajeú (IDEPE 4,89)
 
Gerências Regionais de Educação (maiores crescimentos)
1º Lugar: Gerência Sertão do Moxotó Ipanema (IDEPE 14,3%)
2º Lugar: Gerência Metropolitana Sul (IDEPE 13,7%)
3º Lugar: Gerência Sertão do Araripe (IDEPE 13,5%)

Comentários

Outras notícias