Black Friday Ubannet

02/07/2019 às 06h41m - Atualizado em 03/07/2019 às 07h08m

Oito suspeitos de envolvimento na morte de PM em Pernambuco são mortos no Agreste da Paraíba

PM foi morto na manhã da segunda-feira (1º). Após perseguição da polícia, suspeitos, que faziam parte de um grupo criminoso, foram localizados em um matagal na manhã desta terça-feira.

8_assaltantes_moes_em_operacao

Oito suspeitos de envolvimento na morte de um policial militar em Pernambuco foram mortos na manhã desta terça-feira (2), após troca de tiros com a polícia em Barra de São Miguel, no Agreste da Paraíba. De acordo com o 24ª Batalhão da Polícia Militar de Santa Cruz do Capibaribe (PE), os suspeitos, que estavam foragidos desde a manhã da segunda-feira (1º), estavam escondidos em um matagal.

Os criminosos foram localizados pela polícia por volta das 8h30 desta terça-feira. Segundo a PM, o grupo estava escondido em um matagal entre as cidades de Barra de São Miguel e Riacho de Santo Antônio. Ao chegarem no local, a polícia teria sido recebida a tiros. Foi quando houve o confronto que terminou nas mortes dos suspeitos.

pm_morto_em_tiroteioConforme a polícia, os suspeitos eram seis homens e duas mulheres. Todos os corpos foram levados para a cidade de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano. O grupo seria de uma organização criminosa e, ainda segundo a PM, quatro deles estariam envolvidos no assalto ao mercadinho que aconteceu antes da morte do policial.

Foram apreendidos o dinheiro do roubo em Santa Cruz do Capibaribe, duas pistolas 380, dois revólveres 38 e uma espingarda calibre 12 de repetição – a mesma utilizada na ação do dia anterior.

Quatro suspeitos fariam resgate de grupo
De acordo com a polícia, oito suspeitos foram mortos na troca de tiros no Agreste da Paraíba. Mas, segundo a PM, apenas quatro deles participaram do assalto ao mercadinho e da morte do PM em Santa Cruz do Capibaribe (PE).

Os outros quatro mortos no confronto com a polícia na manhã desta terça-feira, entre eles as duas mulheres, teriam ido até o local realizar o resgate do restante do grupo, que estava foragido desde a tarde da segunda-feira.

"Nossa operação se iniciou desde a investida em Santa Cruz do Capibaribe. Os serviços de inteligência da PM monitoravam a quadrilha e, às 3h30 desta madrugada, o restante do grupo, quatro suspeitos em dois carros, chegou ao local para resgatar os demais. Foi quando se iniciou o confronto. Tentou-se a rendição, mas como já é uma prática desse tipo de criminosos, eles atentaram contra a vida dos policiais. Socorremos feridos para uma unidade de pronto atendimento, mas não resistiram. Eram bandidos extremamente perigosos e, pelas informações iniciais, envolvidos em diversos assaltos a bancos, como um em Belo Jardim e outro anterior em Santa Cruz do Capibaribe", explica o tenente-coronel Lúcio Flávio de Campos, comandante do 24° Batalhão da PM.

Informações: G1 Paraíba

Comentários

Outras notícias