Black Friday Ubannet

30/06/2019 às 13h08m - Atualizado em 01/07/2019 às 08h42m

Três dias após sumir, professor e militante LGBT é encontrado morto

O corpo do professor Sandro Cipriano foi encontrado no sábado (29) com diversas perfurações

professor_encontrado_morto

Um professor e militante da causa LGBTQI+ que estava desaparecido desde a última quinta-feira (27) foi encontrado morto em um sítio da zona rural de Pombos, na Zona da Mata de Pernambuco. O corpo de Sandro Cipriano foi encontrado sem os dois olhos e com diversas perfurações por populares na manhã deste sábado (29).

Pessoas próximas a vítima disseram que o professor de 36 anos foi visto pela última vez por volta das 19h30 da quinta, quando ia a um bar trocar dinheiro. Segundo a assessoria de comunicação de Glória do Goitá, no dia do desaparecimento, a Polícia Militar esteve na casa da vítima e constatou que o local estava revirado, faltando vários pertences e com várias manchas de sangue no piso. O carro de Sandro também foi levado e ainda não foi encontrado.

Informações iniciais apontam que dois homens foram vistos por vizinhos saindo da residência do professor.

Repercussão

Conhecido como "Sandro do Serta", o professor era bastante querido na região. Várias pessoas nas redes sociais demonstraram indignação e tristeza com o crime. "QUE TRISTEZA, MEU DEUS! Meus sentimentos a toda família e amigos!", mostra uma publicação.

Isaltino Nascimento, deputado estadual de Pernambuco pelo PSB, se despediu do amigo através do Instagram. "É com grande pesar, que soubemos do falecimento precoce do amigo e parceiro de tantas lutas, Sandro Cipriano (...) Segue na luz, amigo", escreveu. 

Comentários

Outras notícias