Black Friday Ubannet

30/06/2016 às 10h38m - Atualizado em 30/06/2016 às 10h39m

Na Arena Pernambuco, craques e artistas unidos para promover o bem

No final, empate em 4x4, mas todos os presentes ganharam de goleada

Nem todos que estavam em campo eram profissionais da bola, mas nem por isso o espetáculo foi menor. (As informações são da Folha de Pernambuco)

São poucas as partidas de futebol em que o resultado torna-se o fato menos relevante. Noites como a desta quarta-feira (29) provam que aquela famosa frase do técnico tetracampeão mundial Carlos Alberto Parreira, de que “o gol é apenas um detalhe”, pode sim ser aplicada em alguns casos. O maior vencedor do jogo não estava dentro de campo. Estava nas arquibancadas.

O torcedor que foi à Arena de Pernambuco para conferir o “Jogo do Bem”, amistoso beneficente organizado pela ONG love.fútbol e pelo Governo do Estado, aproveitou para ver craques do presente e do passado, além de artistas nacionais e locais. Todos em prol de um único objetivo: promover a solidariedade.

Nem todos que estavam em campo eram profissionais da bola, mas nem por isso o espetáculo foi menor. Não teve jogador mais ovacionado do que o cantor Wesley Safadão. Atuando no time de Hernanes, o forrozeiro ajudou no gol do meia da Juventus e ainda balançou as redes duas vezes. Mas gol bonito mesmo saiu do outro lado, de Lucas, do PSG, por cobertura.

Tudo isso sob os olhares dos técnicos Ricardo Rocha e Roberto Fernandes. O Capetinha e o ex-volante, inclusive, balançaram as redes. Além da ONG, a Aliança das Mães e Famílias Raras (Amar), a Associação de Famílias para o Bem-Estar e Tratamento da Pessoa com Autismo (Afeto) e uma série de projetos desenvolvidos no Estado receberão os alimentos arrecadados e a verba oriunda da venda dos ingressos do Jogo do Bem.

No final, empate em 4x4, mas todos os presentes ganharam de goleada ao provar que o futebol também pode ser uma arma importante na luta para ajudar os que mais necessitam de auxílio.

Comentários

Outras notícias