Black Friday Ubannet

27/06/2019 às 14h18m - Atualizado em 28/06/2019 às 02h33m

Médico é suspeito de tentar estuprar paciente com problemas mentais

Após investigação, a polícia pediu a prisão preventiva do médico.

polcia_civil_-_secretaria_de_defesa_social_de_pernambuco

A Polícia Civil pediu a prisão preventiva de um médico suspeito de tentar estuprar um paciente diagnosticado com problemas mentais, no município de Glória do Goitá, na Mata Norte de Pernambuco. As investigações tiveram início em janeiro deste ano. De acordo com o inquérito policial, a vítima é um adolescente e estava em atendimento no momento em que o profissional de saúde tentou praticar o crime sexual. As informaçõessãoRonda JC.

O caso já foi concluído e encaminhado para análise da Justiça, que vai determinar ou não a prisão preventiva do médico indiciado. Questionada pelo Ronda JC, a Polícia Civil informou que não vai revelar o nome do profissional de saúde para não expor a vítima da tentativa de estupro.

Esse é o segundo caso de crime sexual registrado pela Polícia Civil de Pernambuco neste ano. Em março, um médico respondeu a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por suposto crime sexual praticado em Toritama, no Agreste do Estado. Esse caso também está sendo mantido em sigilo pela Justiça.

CONDENAÇÃO

Em fevereiro deste ano, a Justiça condenou a 12 anos e dez meses de prisão o médico Kid Nélio Souza de Melo. O processo foi referente à denúncia de pacientes que afirmaram ter sido abusadas sexualmente na UPA da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, no ano passado. Na época, pelo menos outras dez queixas de vítimas foram registradas. Os processos estão na Justiça.

Segundo a Polícia Civil, médicos que atuam em Glória do Goitá, Surubim e Caruaru também foram indiciados por crimes sexuais no ano passado. Os dados foram obtidos pelo Ronda JC por meio da Lei de Acesso à Informação.

Comentários

Outras notícias