GB Bateiras

25/06/2017 às 09h08m - Atualizado em 25/06/2017 às 09h33m

Santa Cruz empata com o Figueirense na Arena de Pernambuco

Com o empate, o Tricolor ocupa a oitava posição da tabela da Série B, com 14 pontos conquistados em 10 rodadas.

santa_cruz

Diante do Figueirense, na Arena de Pernambuco, o Santa Cruz ficou no empate.

A equipe coral não conseguiu render o seu melhor futebol no primeiro tempo, melhorou na etapa final, mas o placar decretou a igualdade em 1×1. O gol do Santa foi marcado por Augusto, que entrou muito bem na partida. Junto com João Paulo e William Barbio, outros atletas acionados no decorrer do jogo, o atacante deu uma nova cara ao jogo.

Com o empate, o Tricolor ocupa a oitava posição da tabela da Série B, com 14 pontos conquistados em 10 rodadas. O próximo desafio coral será diante do Oeste, próximo sábado, na Arena Barueri.

O jogo decorreu da mesma forma durante todo o primeiro tempo. O Santa buscou ficar com a bola, encontrar espaços no campo adversário. Mas o Figueirense marcava bem e saía para o contra-ataque. As melhores chances, na etapa inicial, foram do time catarinense.

Assim, aos 46, Henan aproveitou o roubo de bola no campo ofensivo e a troca de passes para abrir o placar.

No segundo tempo, o Santa Cruz voltou com outra postura. As mudanças feitas por Adriano Teixeira surtiram efeito. Primeiro, entrou Augusto. A movimentação já melhorou. Depois, entraram João Paulo e William Barbio.

Ambos vieram muito bem para o jogo. O Tricolor iniciou uma forte pressão sobre o Figueirense e chegou ao empate aos 17 minutos, após cruzamento de Gabriel Vallés, desvio de Elicarlos e cabeçada inteligente de Augusto!

Após o empate, o Santa manteve a pressão por cerca de 10 minutos. As chances para a virada apareceram. A partir dos 25, o Figueirense conseguiu equilibrar um pouco mais e o jogo esfriou.

Nos minutos finais, o Tricolor voltou a acelerar e teve mais oportunidades para virar o jogo. O goleiro adversário salvou duas bolas e o empate ficou decretado.

FICHA TÉCNICA

Santa Cruz 1
Julio Cesar; Gabriel Vallés, Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, Primão e Léo Lima (João Paulo); André Luís (Augusto), Bruno Paulo (Willian Barbio) e Ricardo Bueno. Técnico: Adriano Teixeira

Figueirense 1
T. Rodrigues; Dudu, Marquinhos, B. Alves e G. Lazaroni (Julinho); Zé Antônio, Dudu Vieira, M. Antônio (Luidy) e J. Henrique; Robinho (Joãozinho) e Henan. Técnico: Marcelo Cabo.

Local: Arena de Pernambuco. Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ). Assistentes: Marcelo Carvalho Vangasse e Emerson Augusto de Carvalho (ambos de SP). Gols: Henan (46’ do 1ºT e Augusto (17’ do 2ºT); Cartões amarelos: Ricardo Bueno, Jaime, Joao Paulo e Primão; Marquinhos, Zé Antônio e Bruno Alves. Público: 9.079. Renda: R$ 118.070.

Por Tiago Freitas

Comentários

Outras notícias