Black Friday Ubannet

25/06/2016 às 23h16m

Com pouca criatividade, Náutico é derrotado pelo Ceará

Timbu fez jogo abaixo do esperado no Castelão e somou quarto jogo sem vitória na Série B, caindo para a oitava colocação

LC MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Quarto jogo consecutivo sem vitória alvirrubra. Diante do Ceará, o Náutico teve uma partida fraca na parte criativa e viu o alvinegro aproveitar as falhas no meio de campo para construir a vitória por 2 a 1 ainda no primeiro tempo. No segundo, o Timbu ainda tentou uma reação com a estreia do meia Hugo, porém, ainda desentrosado, pouco contribuiu em campo. O resultado derruba os pernambucanos para a 8ª posição da Série B. Na próxima rodada, o time pega o Luverdense na Arena Pernambuco, na terça-feira (28).

Diferente da postura mais ofensiva adotada nos últimos jogos, o Náutico entrou em campo no Castelão buscando atuar mais nos contra-ataques, mas com a ausência de algumas de suas principais peças do meio de campo como Maylson e Rodrigo Souza, o time pernambucano errava muitos passes no setor intermediário. Com a fragilidade constatada, não demorou muito para o Ceará tomar grande parte das ações ofensivas.

O time alvinegro, contudo, demorou bastante para conseguir concluir em gol, a primeira finalização certa veio apenas aos 30 minutos e foi direto para as redes. O lateral Eduardo, em cobrança de falta, contou com um desvio na barreira para enganar Júlio César e abrir o placar no Castelão. O gol desestabilizou o alvirrubro, que 10 minutos depois sofreu o segundo gol, com Bill. O atacante recebeu belo lançamento após contra-ataque e com leve toque por cima do camisa 1 alvirrubro colocou o 2 a 0 no placar.

O resultado ainda poderia ter sido maior ao final da primeira etapa, se não fosse Júlio César. Aos 43 minutos, Gustavo Henrique cometeu um pênalti infantil colocando a mão na bola dentro da área e na cobrança o atacante Rafael Costa parou nas mãos do goleiro alvirrubro.

Percebendo as falhas no meio o técnico Alexandre Gallo voltou para o segundo tempo com a entrada do estreante Hugo e de Renan Oliveira. A mudança surtiu efeito rápido e com excelente participação de Renan o Timbu diminuiu o placar logo aos quatro minutos. O meia fez bom lançamento para Rony passar pelo goleiro Éverson e com gol aberto diminuir a vantagem dos donos da casa.

Após o gol, o jogo caiu de rendimento, com as duas equipes errando bastantes passes no meio de campo, poucas oportunidades surgiram no ataque que não viessem de lançamentos. O Ceará passou a administrar o resultado tentando jogar no contra-ataque, porém conseguiu poucas finalizações efetivas.

Craque LeiaJá: Eduardo – Lateral do Ceará, o atleta responsável pelo primeiro gol dos alvinegros, de falta, atuou quase como ala e incomodou bastante o lado esquerdo da defesa alvirrubra com agilidade e vários cruzamentos vindos da linha de fundo.

Bola Murcha LeiaJá: Gustavo Henrique – O jovem volante errou tudo que tentou, não se acertou nem defensivamente, nem ofensivamente. Foi responsável por cometer um pênalti infantil que se não fosse Júlio César teria resultado no terceiro gol do Ceará.

Ficha técnica:

Ceará:

Éverson; Eduardo, Valdo, Charles e Thallyson; João Marcos, Richardson, Felipe e Wescley (Marino); Rafael Costa (Rafinha) e Bill (Ricardinho)

Náutico:

Júlio César, Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Henrique (Renan Oliveira); Gastón, Gustavo Henrique, Caíque Valdívia (Hugo) e Jefferson Nem; Bérgson (Odilávio) e Rony

Local: Castelão (CE)

Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)

Assistentes: Vaneide Vieira de Gois e Daniel Vidal Pimentel (ambos de SE)

Gols: Eduardo (30min do 1ºT), Bill (40min do 1ºT) Rony (4min do 2ºT)

Cartões Amarelos: Thallyson, Bill (CEA) Gustavo Henrique (NAU)

Comentários

Outras notícias