GB Bateiras

21/06/2017 às 16h02m - Atualizado em 21/06/2017 às 19h07m

Na Paraíba, promotor de Justiça recomenda suspensão da venda de ingresso na Área Vip no São João em Sousa

O comunicado já teria chegado ao conhecimento da Equipe Organizadora do Evento do São João na Cidade Sousa

sousa_area_vip_sao_joao

Fonte: Repórter PB - Foto: Diário do Sertão

Na manhã desta quarta-feira (21) em despacho do Ministério Público, Dr. Valfredo Alves Teixeira, expediu recomendação para o Prefeito, Fábio Tyrone (PSB), solicitando que seja suspensa a venda de ingressos destinado a área vip do evento no São João de Sousa.

Ainda no despacho, o Promotor orienta o prefeito que cesse imediatamente a venda dos ingressos, e devolva o valor arrecado as pessoas, devendo o palco já montado ser destino exclusivamente as pessoas deficientes, ou maiores de 60 anos, sobre as penas da lei (Crime de Responsabilidade e Improbidade Administrativa).

A decisão do Promotor foi após o ex-vereador, Toró (PMDB), provocar o MP com pedido de suspensa das vendas dos ingressos da área vip. Toró justificou seu gesto questionando as licitações realizadas pela prefeitura para montagem da estrutura que serão pagas com recursos públicos, e não justificava a cobrança da área vip. Toró também levantou a questão de ser ilegal a exigência pelo fato de ser área pública, a pecúnia não ter sido homologada por Lei na Câmara de Vereadores, assim como ocorreu para o São João de 2014.

O comunicado já teria chegado ao conhecimento da Equipe Organizadora do Evento do São João na Cidade Sousa.

 

Comentários

Outras notícias