Black Friday Ubannet

19/06/2016 às 13h23m - Atualizado em 19/06/2016 às 14h13m

CPRH devolve 11 macacos-pregos à natureza

Após um ano de readaptação, animais foram soltos em Exu, no Sertão. Agora, passarão por quatro meses de monitoramento na mata

Durante mais de um ano, macacos receberam cuidados e foram avaliados no Centro de Triagem de Animais Silvestres. As informações são do Diario de Pernambuco / Foto: CPRH/ Divulgação

Os animais, incluindo dois filhotes, foram soltos esta manhã no município de Exu, no Sertão. Foto: CPRH/ Divulgação
A Agência Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco concluiu nesta sexta-feira a devolução de 11 macacos-prego ao seu habitat natural. Os animais, incluindo dois filhotes, foram soltos esta manhã no município de Exu, no Sertão de Pernambuco, a 617 quilômetros do Recife, numa área com vegetação de transição entre a caatinga e o serrado, ideal para o desenvolvimento da espécie.

Nos últimos quatro meses, os 11 macacos foram instalados uma imensa estrutura no meio da mata que funciona como um recinto de soltura, para irem se ambientando com os sons, o clima e os animais da área. "Treinamos os animais para esse retorno, mostrando situações que eles iriam enfrentar, incluindo os predadores, para que eles readquirissem o comportamento natural", explicou o biólogo da CPRH, Yuri Valença, responsável pela equipe que comandou o processo de soltura. Agora, eles têm a missão de se inserirem na rotina do habitat. Para isso, os biólogos da CPRH continuarão monitorando os animais nos próximos quatro meses.

Os macacos foram apreendidos nos últimos anos em ações de fiscalização da CPRH em todo o Estado, incluindo a própria região de Exu. Durante mais de um ano, eles receberam cuidados e foram avaliados no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) da Agência, incluindo um processo de readaptação à vida selvagem.

Comentários

Outras notícias