Black Friday Ubannet

17/06/2019 às 12h20m - Atualizado em 18/06/2019 às 07h44m

Polícia investiga se desavença familiar motivou execução de marido da deputada Flordelis

O pastor evangélico Anderson do Carmo, casado com deputada federal Flordelis dos Santos Souza, foi morto a tiros na casa da família no Rio de aneiro na madrugada desse domingo (16).

rio_de_janeiro-homicidio_pastor-deputada_flordelis
 
A Delegacia de Homicídios de Niterói, Rio de Janeiro, investiga se a morte do pastor Anderson do Carmo, marido da deputada federal Flordelis, foi encomendada. O pastor trocava de roupa em um closet que fica ao lado da garagem de sua casa quando foi atingido por, ao menos, 15 disparos na madrugada desse domingo (16).

A polícia colheu material dos cães da casa deles, que foi enviado para exame toxicológico, com o objetivo de descobrir se os cães foram dopados, uma vez que os animais não reagiram à presença do responsável ou responsáveis pelo homicídio. O resultado do exame deve ser concluído nesta terça-feira (18).
 
Diante da ausência de reação dos animais, a polícia não descarta a possibilidade de que o crime também possa ter sido cometido por alguém conhecido ou próximo à família.
 
Os policiais já analisam imagens das câmeras de segurança da vizinhança para saber quantas pessoas participaram do crime. 

A polícia diz que a hipótese de latrocínio "vai se afastando" conforme a investigação avança, mas a possibilidade ainda não foi descartada. A principal hipótese considerada pelos investigadores no fim da tarde de domingo era a de execução.
 
O enterro acontece às 11h, desta segunda-feira (17), no Memorial Parque Nycteroy, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. O velório começou nesse domingo, no Ministério Flordelis, também em São Gonçalo.
 
Do Diário de Pernambuco

                                                                                                                                             

Comentários

Outras notícias