Black Friday Ubannet

16/06/2016 às 09h19m - Atualizado em 16/06/2016 às 09h22m

São João do Recife tem corte de 60% em seu orçamento este ano

Custo da festa será de R$ 4 milhões contra os R$ 10 milhões de 2015. Dias e atrações também serão reduzidos em relação ao ano passado.

Santanna e Dona Glorinha são homenageados do São João do Recife
(As informações são do G1 PEFoto: Marcos Pastich/PCR)

A crise econômica que assola o país irá causar reflexos também no São João do Recife deste ano. O período festivo da cidade, que se inicia no próximo dia 16 e vai até o dia 2 de julho, terá um corte de 60% em seu orçamento, passando dos R$ 10 milhões de 2015 para R$ 4 milhões. Nesta terça-feira (14), representantes da Prefeitura do Recife anunciaram a programação oficial da festa, que homenageará Santanna, O Cantador, e Dona Glorinha do Coco.

Confira a programação completa AQUI.

A festa, este ano, acontecerá quase que exclusivamente com recursos da iniciativa privada, que está aportando R$ 3,5 dos R$ 4 milhões destinados ao São João. A prefeitura está entrando com os outros R$ 500 mil. Em 2015 a proporção foi bem diferente. A administração municipal gastou R$ 8 milhões e os patrocinadores contribuíram com os R$ 2 milhões restantes.

"A gente conseguiu mais verba de patrocínio, porque, se fosse para depender de dinheiro só da prefeitura, a gente também não ia conseguir fazer esse São João no Recife. Mas este ano vai ter São João no Recife, sim, os artistas vão poder se apresentar e o povo vai ter onde celebrar os festejos juninos deste ano", comentou o prefeito Geraldo Júlio.

O número de artistas também caiu. Segundo o presidente da Fundação de Cultura do Recife, Diego Rocha, em 2015 foram pouco mais de 300 artistas que se apresentaram em 20 dias de festa. Este ano, o número será em torno de 100 em 17 dias. "Todos os artistas que vão se apresentar são da terra. Não estamos pagando passagem aérea nem hospedagem", disse.

Apesar das restrições orçamentárias, 41 arraiais serão instalados pela cidade. A abertura acontece no dia 16, com a 12ª edição da Caminhada do Forró, que sai da Rua da Moeda em direção à Praça do Arsenal. Já o encerramento se dará com as festas nas dez ruas premiadas pelo concurso "Eu amo minha rua", que acontece no dia 2 de julho.
O polo principal será o Sítio da Trindade, em Casa Amarela, Zona Norte do Recufe, que contará com um palhoção para apresentação de quadrilhas juninas e o espaço "Sala de Reboco", para os amantes do forró pé de serra.

Ainda haverá 13 arraiais de bairro em Santo Amaro, Bomba do Hemetério, Campo Grande, Totó, Cordeiro, Jardim São Paulo, Várzea, UR-2, Lagoa do Araçá, Jordão Baixo, UR-5, Ibura de Baixo e Brasília Teimosa.

Entre as atrações principais estão Maciel Melo, Petrúcio Amorim, Genival Lacerda, Cristina Amaral, Antúlio Madureira, Maria Dapaz, Gennaro, Lia de Itamaracá, Alcymar Monteiro, Josildo Sá, Nando Cordel, Silvério Pessoa, Geraldinho Lins, Beto Hortis, Jorge de Altinho e os homenageados: Santanna e Dona Glorinha do Coco.

Homenageados

Este ano, os homenageados são o músico Santanna, O Cantador, e a artista popular Dona Glorinha do Coco. Com 82 anos, ela é de Olinda e se mostrou bastante emocionada com o tributo. "Me sinto muito feliz porque nunca recebi uma homenagem como essa. Não esperava. Peço a todos que não deixem a cultura popular cair", afirmou.

Nascido na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, Santanna, 56, defendeu a cultura do estado que escolheu para morar. "Eu quero agradecer ao povo do Recife por me dar esse presente", declarou.

Comentários

Outras notícias