05/06/2017 às 13h29m - Atualizado em 09/06/2017 às 19h25m

Hospital de Campanha do Exército começa a funcionar em Alagoas

Unidade provisória de saúde vai atender apenas casos específicos de pessoas que tiverem problemas por conta das chuvas e inundações.

hospital_de_campanha_do_exercito

O Hospital de Campanha do Exército montado no município de Marechal Deodoro, para atender às vítimas das chuvas que deixou pessoas desalojadas e desabrigadas em Alagoas começou a funcionar nesta segunda-feira (05).

A instalação da unidade provisória de saúde que vai funcionar 24 horas e que tem capacidade para manter até 21 pessoas internadas foi concluída na tarde deste domingo (04).

De acordo com o inspetor do Exército da Divisão de Saúde do Comando Militar do Nordeste, general Szelbracikowski, a unidade de saúde que contará com médicos infectologistas, pediatras, ortopedistas e clínicos vai atender apenas os casos específicos dos pacientes que tiveram a saúde afetada por conta das águuas contamindas nas inundações que atingiram diversas cidades.

“O importante é que as pessoas saibam é que o Hospital de Campanha é um aporte para outras unidades de saúde do estado. Assim, os pacientes que vamos receber são aqueles que adoeceram com enfermidades transmitidas pelas águas contaminadas e que já passaram por triagem nos municípios”, disse o general.


Na instalação, que é segundo o general do Exército um desdobramento de hospital de guerra de nível 2, foram montados sala de espera, duas enfermarias, alas de atendimento, farmácia e salas com parelhos de ultrassom e raio-x. Além de banheiros, alojamentos, refeitório e cozinha para os militares.

A previsão é que o Hospital de Campanha permanece ao menos 30 dias em Alagoas.

Comentários

Outras notícias