GB Bateiras

05/06/2017 às 09h42m - Atualizado em 05/06/2017 às 13h48m

Governo do Estado dispensa vítimas das enchentes de pagar conta d’água

Também serão suspensa as cobranças do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

governador_e_a_primeira_dama

O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou neste sábado (03) o abono do pagamento das contas de água do mês de maio da população que vive nos municípios mais atingidos pelas enchentes do último final de semana. O objetivo do Governo e da Caesab é minimizar o transtorno causado pela falta de água. “Estamos em contato permanente com os Gabinetes de Crise para solucionar as emergências”, justificou o governador.

Paulo Câmara visitou mais quatro municípios da Mata Sul e Agreste pernambucano, para a coordenação dos serviços de assistência às vítimas das chuvas. In loco, o chefe do Executivo estadual conversou com a população de São Benedito do Sul, Barra de Guabiraba, Cortês e Amaraji, onde comandou ações emergenciais de atenção aos desabrigados e de toda a população prejudicada.

“Enquanto houver desabrigados e desalojados, o Governo de Pernambuco vai estar presente nos municípios até que tudo esteja regularizado e a normalidade se estabeleça. Não tem tempo para descansar enquanto as pessoas estiverem sofrendo. Nesse momento, não podemos poupar esforços nem recursos para ajudar os municípios. As parcerias estão sendo feitas, estamos visitando as localidades mais atingidas e dando prioridade àquilo que necessita de uma maior atenção. A população pode ter certeza de que só vamos parar de trabalhar quando tudo estiver recuperado”, garantiu o governador.

Os moradores das cidades mais atingidas pelas chuvas na Mata Sul e no Agreste terão outros benefícios temporários. Os comerciantes, por exemplo, terão uma postergação na cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICSM). Já os beneficiários do Chapéu de Palha receberão duas parcelas do programa antecipadamente.

As medidas foram divulgadas após reunião, realizada na manhã deste domingo (4), entre o governador, a primeira-dama do Estado, Ana Luiza, e os coordenadores dos gabinetes de crise instalados nos municípios atingidos. Também foi anunciada a contratação imediata de novos fornecedores que estão abastecendo as cidades com colchões, fronhas, travesseiros e outros itens. Na reunião, foram traçadas estratégias para esta semana e a longo prazo.

Até agora, mais de 106,5 toneladas de alimentos foram distribuídos pelo Governo de Pernambuco às pessoas atingidas, além de outros itens, como 41,5 toneladas de roupas, 88.800 metros quadrados de lonas de proteção, 7.705 kits dormitórios, 6.223 colchões, 117,165 litros de água potável e 4.540 unidades de kits de limpeza. Conforme o último balanço do Governo, há 43.605 desalojados e 3.252 desabrigados por conta das chuvas no Interior.

Comentários

Outras notícias