Black Friday Ubannet

05/06/2015 às 04h01m

Maior bebê do Brasil tem peso de criança de 2 anos e é saudável

Moacir nasceu em uma cesariana no dia 3 de setembro do ano passado em Floresta, no Sertão de Pernambuco.

Bebê passou por série de exames em Caruaru, no Agreste / Foto: Divulgação/Hospital Santa Efigênia.Bebê passou por série de exames em Caruaru, no Agreste

Desde que nasceu, o filho da agricultora Hosana da Silva, de 24 anos, e do técnico em enfermagem Macionílio Calaça, de 37 anos, tem sido notícia em todo o Brasil. O pernambucano Moacir, que completou recentemente nove meses, nasceu com 7,650 kg e 58 centímetros, tornando-se o maior bebê nascido no país. Atualmente, ele pesa 13,9 kg, peso que, segundo pediatras, se aproxima ao de uma criança de dois anos.

A mãe, que mora no Sertão pernambucano, conta que enfrenta dificuldades no dia a dia por causa do peso do bebê. “Ele é muito pesado. É difícil levar ele para os locais. Desde que nasceu, a gente precisa levar para médico, fazer acompanhamento. É complicado, pois ele não anda e, no colo, não aguento o tempo todo”, afirma. O bebê passou por um bateria de exames em Caruaru no mês de maio, que não apontaram nenhum problema.
De acordo com o pediatra Luiz Bandim, que realizou os exames, Moacir é uma criança normal e saudável. “Fizemos exames de sangue, colesterol, hormônios entre outros. E todos deram um resultado muito satisfatório. Ele pode ter algum tipo de complicação para começar a andar, por causa do excesso de peso, mas terá uma vida normal”, explica.

O pediatra afirmou ainda que o bebê tem menos chances de crescer obeso por causa da amamentação. “Ele está parando de mamar agora. A amamentação reduz muito o risco de obesidade. Ele poderá crescer e ter o peso normal. Tem uma nutricionista o acompanhando para manter uma dieta saudável. A tendência nos próximos meses é que ele siga crescendo, mas engordando menos”, detalha.

Moacir nasceu em Floresta, no SertãoA mãe do menino afirma que segue a dieta preparada pela nutricionista. “Às vezes, falta uma coisa ou outra, mas, sempre que podemos, compramos as frutas e os legumes indicados. A gente tem dificuldade de comprar tudo, mas não deixa por nada de cuidar bem dele”, conta. Ela afirma ainda que nunca sofreu nenhum tipo de preconceito. “Desde que nasceu, todo mundo tem curiosidade. Ninguém nunca ofendeu a gente”.

Para vestir o menino, a agricultora conta que precisa comprar roupas para crianças mais velhas. “O tamanho da idade dele não cabe de jeito nenhum. Tem algumas roupas de dois anos que ainda dão, mas alguns shorts só dão se forem para crianças de três anos”, revela.

NASCIMENTO – Moacir nasceu em uma cesariana no dia 3 de setembro em Floresta, no Sertão de Pernambuco. Ele foi transferido para um hospital em Serra Talhada, também no sertão pernambucano, e depois passou por uma série de exames no Hospital Barão de Lucena, no Recife. O peso e o tamanho do menino surpreenderam a equipe médica responsável pelo parto. O enxoval, feito antes do nascimento, foi doado, já que nenhuma peça coube em Moacir.
De acordo com a mãe da criança, a gestação de Moacir, segundo filho do casal, foi tranquila. Ela não teve nenhum tipo de complicação e só descobriu o peso do bebê após o parto. "Fizemos uma ultrassonografia, mas não deu para saber quanto ele estava pesando. Meu primeiro filho nasceu com mais de quatro quilos, o médico disse que pode ser alguma coisa da genética", revela.


Do NE10
Foto: Divulgação/Hospital Santa Efigênia.

Comentários

Outras notícias