Black Friday Ubannet

03/06/2015 às 10h33m - Atualizado em 03/06/2015 às 10h47m

Santa Cruz perde mais uma e segue na zona de rebaixamento

Paysandu fez valer o mando de campo e venceu o Santa por 2x1

A fase do Santa Cruz é o oposto da do Náutico. Enquanto o Timbu exibe fôlego invejável nas primeiras rodadas da Série B, a Cobra Coral – campeã estadual – enfrenta grandes dificuldades. Ontem, em duelo que quase não aconteceu pela falta de energia de uma hora no estádio da Curuzu, o Tricolor somou mais uma derrota. O algoz foi o Paysandu: 2 x 1. Com o insucesso, o time ainda dirigido pelo técnico Ricardinho permanece na zona de rebaixamento da Segundona. No momento, é o 19º e já começa a preocupar sua torcida.

A fim de se recuperar das duas últimas péssimas atuações, o técnico Ricardinho fez nada menos do que cinco mudanças no time. Bileu saiu para a volta de Edson Sitta, Bruno Mineiro foi substituído por Nathan, João Carlos deu lugar a Nininho, Bruninho cedeu espaço a casa Wellington Cezar e Daniel Costa ganhou o lugar de Pedro Castro.

Embora não pareça, houve, também, uma mudança tática. Em vez de jogar no 4-4-2 com losango no meio, o Tricolor foi para o jogo no 4-2-3-1. Nathan foi usado como meia aberto pela esquerda (principalmente para marcar a saída de bola do lateral-direito Pikachu), Daniel Costa ficou centralizado – foi discreto, e João Paulo na direita. Anderson Aquino na referência.

Não deu certo. O Santa jogou mal na defesa e no ataque. A sorte é que Carlos Alberto – ex-jogador do próprio time – perdeu uma grande chance logo no primeiro minuto. E outra aos 14, atrapalhando-se com a bola já dentro da área. Aos 30, no entanto, não deu. Thiago Martins aproveitou vacilo do goleiro coral e abriu o placar. Mesmo sem conseguir se impor, o Santa acabou “achando” um gol aos 45. Pênalti de Carlos Alberto em cima de Nininho. Anderson Aquino foi para a cobrança, e igualou o marcador: 1 x 1.

O segundo tempo começou na mesma toada do primeiro. O Santa seguiu inofensivo e com buracos nas defesas, setores distantes e sendo pressionado. Aos quatro, Leandro Cearense quase marca. Aos nove, Fred salvou. Na marca dos 30, no entanto, a zaga tricolor falhou de novo – e o pequeno Carlinhos, que entrarar no jogo havia pouco, ficou livre dentro da área para marcar. Ricardinho tentou mudar o time e, para isso, acionou Bruno Mineiro. Não funcionou. Mais uma derrota para a conta tricolor.

FICHA DO JOGO

Paysandu
Emerson; Yago Pikachu, Thiago Martins, Gualberto e João Lucas; Ricardo Capanema, Fahel, Jhonnatan (Edinho) e Carlos Alberto (Carlinhos); Aylon (Misael) e Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti

Santa Cruz
Fred; Nininho, Danny Morais, Diego Sacoman e Lúcio; Edson Sitta, Wellington Cezar (Bruno Mineiro), Daniel Costa (Bruninho) e João Paulo; Anderson Aquino e Nathan (Marlon). Técnico: Ricardinho.

Local: Curuzu (Belém/PA)
Horário: 19h30. Árbitro: Glauco Nunes Feitosa (CE). Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Anderson Moreira de Farias (ambos do CE).
Gols: Thiago Martins (aos 33 do 1ºT) e Carlinhos (aos 30 do 2ºT) para o Paysandu; Anderson Aquino (aos 46 do 1ºT) para o Santa Cruz
Cartões amarelos: Ricardo Capanema, Thiago Martins, Emerson, Gualberto e Misael (Paysandu); Nathan, Fred, Edson Sitta (Santa Cruz)
Público: 9.165
Renda: R$ 130.220,00

Com informações do Blog de Primeira
Foto:Site Paysandu

Comentários

Outras notícias