GB Bateiras

02/06/2017 às 09h43m - Atualizado em 02/06/2017 às 09h47m

Em João Pessoa, idosa é encontrada morta em quarto com urina, fezes e mais de 30 animais em gaiolas

Mulher tinha 66 anos morava em ambiente descrito como 'cena de filme de terror' pela polícia. Cachorros, gatos, aves e jabutis viviam em gaiolas e tinham sinais de maus-tratos.

maus_tratos_em_animais

Uma idosa de 66 anos foi encontrada morta em João Pessoa, em um quarto com mais de 30 animais que, segundo a Polícia Ambiental, sofriam de maus-tratos. O local onde o corpo da mulher foi encontrado em estado de putrefação, na tarde de quarta-feira (31), é nos fundos de uma casa no Centro da cidade, ambiente descrito como “cena de terror” pela equipe da Polícia Civil que esteve no local.

O caso foi confirmado nesta quinta-feira (1º) pela Central de Flagrantes da Polícia Civil, Batalhão de Polícia Ambiental e o Centro de Vigilância Ambiental e Zoonoses.

“Antes do quarto onde a idosa foi encontrada, tem uma casa limpa e organizada. Passando dessa casa, era onde a mulher que morreu foi encontrada: um local terrível, com urina e fezes espalhadas, vários animais engaiolados, baratas, lixo, móveis quebrados”, conta uma das pessoas da Central de Flagrantes da Polícia Civil que foi ao local.

A Polícia Civil acredita que a morte da idosa foi por causas naturais, pois não há sinais de homicídio. A mulher foi encontrada depois que uma pessoa que morava na casa da frente arrombou a porta e chamou a polícia. O caso foi encaminhado para investigação da 2ª Delegacia Distrital e da Polícia Ambiental.

O sobrinho da idosa informou à Polícia Civil que a mulher se alimentava na casa dos familiares, mas gostava de dormir ao lado dos animais, sentada em uma cadeira.

Do G1 Paraíba

Comentários

Outras notícias