Black Friday Ubannet

31/05/2018 às 15h20m - Atualizado em 05/06/2018 às 12h38m

Vídeo: Promotoria de Timbaúba investiga aliciamento de adolescentes estrangeiros pra jogar no Timbaúba Futebol Clube

Dois jovens foram até o MPPE e denunciaram aliciamento por parte de empresário de jogadores, alojamento precário e pagamento de taxas para se profissionalizar no clube

tf1 

Em Timbaúba, casos de supostos aliciamentos de jogadores do Timbaúba Futebol Clube poderão ser investigados pela 46ª Delegacia de Polícia Civil de Timbaúba. O clube que já está se preparando para disputa do Campeonato Pernambucano da Série A2 2018 que tem início no final de julho.

passapot_1

Na tarde desta terça-feira (29) dois jovens compareceram ao Ministério Público de Pernambuco e em depoimento ao promotor João Elias da Silva Filho, denunciaram que estavam sendo aliciados por um empresário de jogadores do Timbaúba Futebol Clube.

Em depoimento no gabinete do promotor, Kevin Lucas dos Santos Silva, de 18 anos, e David Cristiano Veloso da Silva, 25, acusaram o empresário Marcos Antônio Rodrigues de Aguiar, de 40 anos, que atualmente integra a equipe profissional do Timbaúba Futebol Clube, de aliciamento.

Os jovens que vieram do Rio de Janeiro e São Paulo, relataram ao MPPE que atuavam na Academia Nacional de Futebol, em São Lourenço-MG, na época quando conheceram Marcos através de um telefonema. Eles disseram em depoimento que foram convidados pelo empresário para iniciar uma carreira profissional no Timbaúba Futebol Clube. Os dois rapazes se disseram enganados e nada no clube era como o empresário tinha informado.

passapot_4

Kevin e David ainda denunciaram as instalações de alojamento do clube. Segundo os rapazes, mais de 20 atletas estão hospedados em um "galpão" em frente a concessionária de motos Honda. O alojamento não possui camas e mesas. Alguns jogadores dormem em um colchão no chão e se alimentam de prato na mão.

Kevin Lucas relatou ao promotor João Elias que para conseguir chegar em Timbaúba teve que depositar uma quantia antecipada em dinheiro na conta do empresário Marcos Antônio Rodrigues de Aguiar referente a promessa de profissionalização. O jovem também disse ao promotor que teve que arcar com a passagem e ao todo gastou R$ 730,00.

David Cristiano também relatou a promotoria que depositou dinheiro antecipadamente na conta de Marcos (também na promessa de profissionalização) e ainda arcou com a própria passagem. O total gasto por David foi de R$ 480,00.

Kevin e David que estão em Timbaúba há quase 15 dias informaram ao MPPE que demonstraram interesse de volta às suas cidades de origem. Mas sem condições financeiras pediram o dinheiro pago de volta que foi prontamente recusado por Marcos, empresário de jogadores. 

Estrangeiros no elenco do Timbaúba Futebol Clube

passapot_2

O elenco do Timbaúba Futebol Clube também conta com seis estrangeiros (cinco colombianos e um equatoriano), que segundo depoimento de Kevin e David vieram a Timbaúba atraídos pela mesma proposta do empresario, Marcos.

passapot_3De posse dos passaportes desses estrangeiros, o doutor João Elias, constatou que dois são menores de idade. Mediante a isso, o MPPE requisitou a atuação urgente do Conselho Tutelar de Timbaúba para averiguar a entrada desses adolescentes no Brasil, acomodação e se existem responsáveis legais por eles em Timbaúba.

O MPPE também requisitou a 46ª Delegacia de Polícia de Timbaúba que investigue os vistos desses estrangeiros. O promotor João Elias da Silva Filho informou ao Timbaúba Agora que nesse caso dos estrangeiros existe a possibilidade da Polícia Civil acionar a Polícia Federal.

Abertura do Procedimento Investigativo Policial

Após ouvir as denúncias de Kevin Lucas dos Santos Silva e David Cristiano Veloso da Silva, o promotor do Ministério Público de Pernambuco, João Elias, requisitou ao delegado Marcos César Barbosa Maggi, da 46ª Delegacia de Polícia de Timbaúba, a abertura do Competente Procedimento Investigativo Policial para apurar com maiores detalhes as acusações de aliciamentos do empresário de jogadores que atualmente integra o Timbaúba Futebol Clube e outros fatos que podem caracterizar a consumação de crimes.

O Timbaúba Agora entrevistou com exclusividade o empresário acusado e os jogadores Kevin e David

Comentários

Outras notícias