Black Friday Ubannet

31/05/2016 às 13h33m

Crimes contra mulheres em Pernambuco têm maior redução dos últimos 5 anos

A secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro, esclarece que esse resultado é fruto do trabalho contínuo que vem sendo realizado desde 2007

O estupro coletivo de 33 homens a uma jovem de 16 anos, no Rio de Janeiro, trouxe à tona o crescimento da violência de gênero. Pernambuco apresentou este mês a maior queda no número de mulheres assassinadas, no acumulado de 1º de janeiro a 26 de maio, dos últimos cinco anos. No período, foram assassinadas 96 mulheres, contra 103 (2015), 100 (2014), 104 (2013), 97 (2012), 110 (2011). Comparando com o ano passado, a queda é de 9,4%.

A redução da violência contra a mulher local também se comprova em pesquisa nacional. Pernambuco foi o único estado do Nordeste que apresentou queda nos assassinatos de mulheres entre 2003 e 2013. Nesses dez anos, a região teve um crescimento de 93,7%. Enquanto o estado, no período, apresentou queda de 6,6%. No Recife, seguindo a perspectiva estadual a queda foi ainda maior de 35,2%.

Todos os demais estados apresentaram aumento nos índices de violência. A Paraíba obteve um crescimento nos homicídios de mulheres de 260%, seguida do Rio Grande do Norte (178,1%), Bahia (177%), Ceará (169,9%), Alagoas (111,9%), Maranhão (89,9%) e Sergipe (64,7%). O levantamento faz parte do estudo “Mapa da Violência 2015 - Homicídio de Mulheres”, elaborado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, divulgado, no ano passado.

A secretária da Mulher de Pernambuco, Silvia Cordeiro, esclarece que esse resultado é fruto do trabalho contínuo que vem sendo realizado desde 2007, data da criação da Secretaria da Mulher de Pernambuco. Desde então, o número de homicídios de mulheres vem caindo em virtude da estruturação do plano de segurança em Pernambuco, o Pacto pela Vida, aliado à rede de políticas públicas específicas. “Temos hoje 10 delegacias especializadas, 10 Varas especializadas em Violência Doméstica e Familiar, 36 Centros Especializados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, além de 179 organismos de políticas públicas desenvolvendo ações no combate da violência contra a mulher”, detalha Silvia Cordeiro.

Outro destaque é para o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Câmara Técnica para o Enfrentamento da Violência de Gênero contra as Mulheres do Pacto pela Vida composta pelas secretarias estaduais da Mulher (que a preside), Defesa Social (DPMUL e PM), Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Saúde e Educação; além do Tribunal de Justiça, do Ministério Público e da Defensoria Pública de Pernambuco. As reuniões são semanais e discutem a política pública de enfrentamento da violência contra a mulher.

A Secretaria da Mulher de Pernambuco dispõe do 0800-2818187 – Central de Teleatendimento Cidadã Pernambucana. Essa é uma linha direta de atendimento às mulheres, por 24h ininterruptas, que precisam de ajuda nos casos de violência e demais informações como formação, inclusão econômica, crimes cibernéticos, Lei Maria da Penha, Lei das Domésticas, etc.

Serviço:

Basta de Violência contra a Mulher

Denuncie: 0800-2818187 (a ligação é gratuita e pode ser feita de telefone fixo ou celular)


Foto: Christiana Daisy

Comentários

Outras notícias