Black Friday Ubannet

30/05/2016 às 10h51m - Atualizado em 30/05/2016 às 10h58m

Grande Recife começa a segunda com alagamentos, transtornos e morte de uma criança em deslizamento de barreira

Universidades e escolas suspenderam as aulas e muitas vias estão interditadas

Vista da Zona Sul do Recife mostra horizonte com nuvens carregadas
(As informações são da Folha de Pernambuco / Foto: Tatiana Notaro)

As chuvas da madrugada transformaram o Grande Recife em um verdadeiro caos na manhã desta segunda-feira (30). Há ruas alagadas em vários pontos, muitas pessoas ilhadas em casa e carros quebrados nas vias. A Defesa Civil do Recife registrou, até o momento, 12 deslizamentos de barreira na cidade e recebeu 40 solicitações para colocação de lona. A orientação é para quem mora em áreas de risco procurar a casa de parentes ou um dos abrigos da Prefeitura do Recife. O telefone da Defesa Civil do Recife é 0800.081.3400. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24h.

As universidades Federal (UFPE) e Federal Rural (UFRPE) suspenderam as aulas no período da manhã. Algumas escolas particulares também cancelaram as atividades. O Corpo de Bombeiros ainda não conseguiu fechar um balanço de ocorrências, em função da grande quantidade de chamados.

A saída da Estação Central do Metrô do Recife, localizada na rua Floriano Peixoto, está completamente alagada. Pessoas que tentavam se deslocar a pé pela região passaram com a água na cintura e tiveram que enfrentar as correntezas provocadas pelo movimento dos ônibus no local.

As ruas paralelas à estação também estavam alagadas e os carros estacionados nas ruas ficaram com água na altura da porta. Dentro dos ônibus, o volume de águas era grande a ponto de a água entrar no veículo pelas portas, alcançando os degraus mais altos. A população que precisou usar o serviço de transporte coletivo teve transtornos por conta dos vazamentos dentro dos próprios ônibus, com goteiras e vazamentos das janelas e teto.

Entre a Avenida Caxangá e a Abdias de Carvalho, no sentido Afogados, ao lado do túnel da Abolição, o ônibus desligou os motores por conta do engarrafamento.

Na Zona Sul, quase não dá pra ver os armazéns do Cais José Estelita e a movimentação de carros na ponte é mínima dos dois sentidos.

Criança morre em deslizamento de barreira em Olinda

Uma criança morreu em um deslizamento de barreira no bairro do Passarinho, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o deslizamento aconteceu por volta das 5h30, na Rua Visconde Garret, próximo ao Castelinho. A barreira atingiu os quartos, o banheiro e parte da sala de uma casa. A vítima, uma criança do sexo feminino, de aproximadamente quatro anos, morreu soterrada. Não há informações sobre outros feridos.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, uma barreira deslizou na primeira travessa da Rua Amanhecer, na Ladeira do Giz, em Águas Compridas. A informação é de que há pessoas soterradas. Três equipes de resgate trabalham no local.

Comentários

Outras notícias