Black Friday Ubannet

26/05/2014 às 10h28m

De volta à Ilha, Sport comete falhas na defesa e é goleado pelo Corinthians

Placar de 4 a 1 expõem limitações técnicas da equipe rubro-negra na Série A

O retorno do Sport à Ilha do Retiro esteve longe de ser como a torcida imaginava. Após três partidas atuando longe de casa, o Leão queria uma vitória diante do Corinthians, neste domingo. Mas o resultado final foi um desastre. Com problemas defensivos e duas expulsões durante o jogo (Durval e Neto Baiano), o Leão foi goleado pelo Timão, por 4 a 1.

O Sport manteve a posse de bola por mais tempo que o Corinthians no início do jogo, mas não teve a objetividade necessária. O adversário, por sua vez, entrou com uma proposta bem definida, de marcar forte atrás e trabalhar com velocidade no ataque. Essa postura do time paulista trouxe dificuldade ao Leão, principalmente por conta da lentidão da sua defesa. Romarinho e Jadson tinham uma boa movimentação, sabendo trabalhar bem com Guerrero, mais centralizado.

E foi aproveitando um erro no ataque do Sport que o Corinthians partiu para o contra-ataque, aos 20. Guerrero ajeitou para Romarinho, que bateu da entrada da área, fazendo 1 a 0. Havia sido a segunda finalização do Timão na partida. Empurrado pela torcida, o Leão não se abalou com o gol sofrido. Manteve a posse de bola e precisou distribuir melhor a bola para chegar ao empate. Até então, os rubro-negros concentravam demais as jogadas pelo lado direito.

Quando inverteu a jogada uma vez, com Renan Oliveira do lado esquerdo, o Sport marcou o seu gol. Aos 27, o meia cruzou para a área, Leonardo escorou de cabeça e Augusto, em mais uma boa aparição no ataque, tocou para o gol. Um outro problema do Leão, no entanto, era a falta de agilidade na criação. Diante de uma marcação eficiente do Corinthians, o Rubro-negro não conseguia construir as jogadas.

Atrás, o Sport continuava sofrendo com a lentidão do sistema defensivo. Foi assim que, aos 38, Romarinho quase passou por Durval. Ele entraria livre na área, mas foi derrubado quase em cima da linha. Na cobrança, porém, Jadson bateu, a bola desviou em Patric e entrou. O Corinthians ficaria novamente em vantagem.
VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DA SÉRIE A
Na volta para o segundo tempo, o Sport partiu para o abafa e chegou a pressionar o Corinthians nos primeiros cinco minutos. Neto Baiano teve uma boa oportunidade, mas o goleiro Walter salvou. No lance seguinte, contudo, a vitória do Corinthians seria sacramentada. Durval cometeu pênalti em Bruno Henrique. Como já tinha amarelo, foi expulso. Na cobrança, Jadson fez 3 a 1. Com um a menos, apesar da luta dos jogadores em campo, ficou difícil enfrentar o adversário de igual para igual.

O Corinthians passou a conduzir o jogo com facilidade. Foi com tranquilidade que Guerrero invadiu a área pelo lado direito e cruzou. Romarinho, livre no meio da área, apenas tirou de Magrão. Agora, era goleada, 4 a 1. Ruim? Mas ficou ainda pior quando Neto Baiano também foi expulso. Com nove em campo, a missão rubro-negra era evitar um placar mais elástico. O jeito foi tocar a bola e evitar uma maior exposição até o apito final do juiz.

Ficha do jogo

Sport 1
Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Rithely (Wendel), Augusto e Renan Oliveira (Felipe Azevedo); Neto Baiano e Leonardo (Ewerton Páscoa). Técnico: Eduardo Baptista

Corinthians 4
Cássio (Walter); Fágner, Gil, Cleber e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique (Renato Augusto), Petros e Jadson; Romarinho (Luciano) e Paolo Guerrero. Técnico: Mano Menezes

Estádio: Ilha do Retiro. Árbitro: Pericles Bassols (Fifa-RJ). Assistentes: Eduardo de Souza Couto e Michael Correia (ambos do RJ). Gols: Romarinho (aos 20 minutos do 1ºT), Augusto (aos 27 minutos do 1ºT, aos 23 do 2ºT), Jadson (aos 38 do 1ºT, aos 9 do 2ºT). Cartões amarelos: Augusto, Patric (S), Bruno Henrique (C). Cartão vermelho: Durval e Neto Baiano (S). Público: 21.709. Renda: R$ 421.980.

Com informações do Super Esportes

Comentários

Outras notícias