Black Friday Ubannet

26/05/2014 às 19h52m

21 internos fogem após rebelião na Funase em Garanhuns

Adolescentes fizeram duas agentes da unidade reféns, segundo a polícia. Reeducandos atearam fogo a colchões e a vários móveis do local.

A Polícia Militar divulgou, neste domingo (25), informações sobre a fuga de 21 internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a PM, os reeducandos fizeram uma rebelião na noite da sexta-feira (23), com duas agentes da unidade reféns, e atearam fogo a colchões e a vários móveis.

Segundo a polícia, quando os PMs chegaram à Funase, eles apagaram o fogo utilizando extintores das viaturas. Os adolescentes liberaram as duas reféns. Ao tentar entrar na unidade, a equipe da PM foi agredida com paus, pedras e outros objetos. Os internos já haviam fugido por meio de um buraco que eles abriram no muro, usando enxadas e outros materiais.

Em nota, a assessoria de imprensa da Funase informou que a unidade tem 91 internos. Dos que fugiram, 10 já foram recapturados. O departamento informou ainda que dois internos maiores de 18 anos, responsáveis por iniciar o tumulto, foram identificados, encaminhados à delegacia da cidade e autuados por danos ao patrimônio público. Ainda segundo a nota, os internos foram encaminhados à Cadeia Pública de Garanhuns, onde responderão pelo crime.

A assessoria informou também que o secretário estadual da Criança e da Juventude, Pedro Eurico, e o presidente da Funase, Eutácio Borges, passaram a manhã do sábado (24) na unidade, avaliando a situação e acompanhando as primeiras medidas.

Ainda de acordo com o departamento, o local por onde os adolescentes conseguiram fugir já está sendo recuperado e devidamente adequado para evitar novas ocorrências. Uma sindicância será aberta pela Corregedoria da Funase para apurar o caso.

Com informações do G1PE
Foto: Divulgação/ Blog Agreste Violento

Comentários

Outras notícias