Black Friday Ubannet

22/05/2014 às 07h23m

Sport perde por 2x0 para o Cruzeiro pela Série A do Brasileiro

Leão teve um grande primeiro tempo, em que dominou a partida, mas acabou vacilando na hora de fazer os gols

Não faltou personalidade ao time do Sport na noite desta quarta-feira (21/5), contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela 6ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Leão teve um grande primeiro tempo, em que dominou a partida, mas acabou vacilando na hora de fazer os gols. E com o atual campeão brasileiro, não dá para perder oportunidades. A Raposa acordou na segunda etapa e venceu por 2x0. Aos rubro-negros, restou lamentar um tento anulado pela arbitragem quando o duelo ainda estava empatado, em lance polêmico.

O resultado fez o time celeste assumir a liderança isolada, com 13 pontos. Por outro lado, o Sport caiu para a 11ª colocação, com 7, mas com um jogo a menos. O duelo também ficou marcado como jogo oficial de número 500 do goleiro Magrão. O próximo adversário leonino será o Corinthians, domingo, na Ilha.

O JOGO
O primeiro lance de perigo do jogo foi dos anfitriões. Logo aos 4 minutos, Ferron perdeu o tempo da bola, e Marcelo Moreno saiu na cara de Magrão para finalizar. O atacante acabou batendo errado de canhota. Daí para frente, o Sport teve muito mais posse de bola, dominando o jogo.

Aos 13, Augusto cruzou da direita após boa troca de passes, mas Neto Baiano cabeceou por cima. Aos 16, Renan Oliveira entrou na área, mas demorou a finalizar e foi desarmado. Aos 18, após bola cruzada, Rithely bateu de primeira e Fábio defendeu.

O Cruzeiro deu uma pausa na volúpia leonina, aos 19, num contra-ataque. Everton Ribeiro escapou da marcação e chutou de fora da área para boa defesa de Magrão. O Sport prontamente voltou a atacar e perdeu chances com Neto Baiano e Renan Oliveira.

A polêmica veio aos 30. Durval cruzou da direita, e Ferron disputou no alto com Leo. A bola passou pelos dois e Leonardo fuzilou a meta de Fábio. O gol, no entanto, foi anulado pelo árbitro paranaense Felipe Gomes da Silva, que marcou falta inexistente de Ferron.

O segundo tempo começou com um lance de sorte do Cruzeiro. Aos 5, Dagoberto cruzou, a bola desviou e bateu no joelho de Ricardo Goulart, “matando” Magrão e abrindo o placar. Aos 16, Marcelo Moreno cabeceou no travessão.

A grande chance do Leão foi aos 20. Neto Baiano ganhou no corpo da marcação e girou chutando para defesa providencial de Fábio no ângulo. E, aos 32, Marcelo Moreno se antecipou a Ferron e marcou de cabeça, fechando o placar em 2x0.

As informações são do Jornal do Comércio

Comentários

Outras notícias