Black Friday Ubannet

20/05/2016 às 13h58m

Assalto a caminhão com caixas de Sedex acaba em tiros e prisão

Caso ocorreu na noite de quinta (19), na BR-232, entre Pombos e Moreno. PMs perseguiram veículo roubado e o motorista pulou para tentar escapar.

O assalto a um caminhão carregado com caixas de encomendas do serviço Sedex, da Empresa de Correios e Telégrafos, acabou em perseguição policial, tiros e prisão de um suspeito. Tudo aconteceu na noite de quinta-feira (19), na rodovia BR-232, entre Pombos, na Zona da Mata, e Moreno, no Grande Recife.

A ação foi comandada por policiais militares do 21º Batalhão e o caso foi encaminhado para a Polícia Federal, na capital pernambucana. Os policiais ainda não sabem quais sãos as características da carga roubada nem o valor.
O caso começou com o roubo do caminhão. O veículo com as encomendas dos Correios trafegava pela rodovia federal, nas proximidades de Pombos.

Homens armados armaram uma emboscada e interceptaram o automóvel. Um dos bandidos assumiu a direção e dirigiu em direção ao Recife. O caminhão carregado trafegava com escolta dos bandidos. Eram dois carros: um Monza azul e um Celta Prata. Por volta das 21h, o comboio foi localizado pelos PMs, que tinham acabado de receber a denúncia do roubo do veículo de carga.

Os automóveis usados na escola conseguiram escapar do cerco policial, mas o motorista do caminhão não parou. Começou, então, a perseguição, encerrada em Moreno. Os PMs, depois de advertir o condutor, atiraram no pneu do veículo.

“Quando não tinha mais condições de dirigir, o motorista pulou pela janela e caiu no asfalto. Quebrou a clavícula e foi detido pelos policiais militares, comandados pelo sargento Vasconcelos”, informou o comandante do 21º BPM, tenente-coronel Sérgio Cabral.

Como a carga é dos Correios, o caso foi encaminhado para a Polícia Federal. O caminhão está no pátio da corporação, no centro do Recife, e o suspeito foi levado para ser medicado. Depois, ficará à disposição das autoridades federais.


As informações são do G1 PE

Comentários

Outras notícias