Black Friday Ubannet

19/05/2019 às 10h46m - Atualizado em 19/05/2019 às 12h02m

Homem acusado de matar filha de apenas 5 meses por ter nascida mulher tem prisão confirmada

Em audiência de custódia, Justiça transformou a prisão em flagrante em prisão preventiva e o investigado será encaminhado ao Cotel

bebe_espancada_pelo_pai

O Plantão Judiciário do Fórum de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), confirmou a prisão preventiva de Augusto Silva da Cruz, de 23 anos, acusado de matar a filha de cinco meses por ser menina. Augusto será encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima (RMR).

A decisão foi assinada pelo juiz Renato Dibachti Inácio de Oliveira. O processo será remetido à Comarca de São Lourenço da Mata, na RMR, onde houve a ocorrência.

A menina Débora Maria Sales da Silva deu entrada no Hospital Petronila Campos, em São Lourenço da Mata, por volta das 9h da última sexta-feira. Por cerca de meia-hora, a equipe médica da unidade realizou um trabalho de reanimação, conseguindo um fraco batimento cardíaco da criança. Débora faleceu na ambulância enquanto era transferida para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central do Recife.

A genitora Silvânia Maria Viana Sales contou para o Conselho Tutelar que a criança era agredida há cerca de três meses. Silvânia disse que também era espancada, sofria ameaças e era impedida de sair de casa. Ao ser preso, Augusto se manteve em silêncio.

LEIA TAMBÉM: Bebê de 5 meses morre após ser espancada pelo pai por ter nascido menina

Comentários

Outras notícias