Black Friday Ubannet

18/05/2017 às 03h26m - Atualizado em 18/05/2017 às 03h27m

Camaragibe: Polícia confirma participação de ex-namorado de vítima no caso do envenenamento por chumbinho

Homem tem passagem pelo sistema prisional e responde por latrocínio

envenenamento_em_camaragibe

Débora continua em estado grave

A Justiça decretou, nesta quarta-feira, a prisão temporária de Jesemiel Hidalgo da Silva, de 26 anos. Para a Polícia Civil, não resta dúvida de que ele foi o responsável pelo envenenamento de nove pessoas de uma mesma família no município de Camaragibe, no Grande Recife, no último final de semana. Os peritos do Instituto de Criminalística confirmaram que a substância encontrada na comida servida e no vômito encontrado na residência da família era terbufós, composto venenoso presente no raticida conhecido como chumbinho.

Jesemiel se apresentou, na noite da terça-feira, na Delegacia de Camaragibe. Na manhã da segunda, prestou depoimento à delegada Euricélia Nogueira, que investiga o caso. Ele negou o crime. “Nós tínhamos elementos suficientes para pedir a prisão preventiva, uma vez que ficou clara a intenção dele de atentar contra a vida da ex-namorada”, diz Euricélia.

RELACIONAMENTO
Débora Regina Soares Belo, de 22 anos, namorou Jesemiel por três meses, após ter se separado do marido, identificado apenas como Preto. Quando terminou o relacionamento, na intenção de reatar com o ex-marido, encontrou resistência de Jesemiel. “O avó de Débora, que é cego e também foi um dos intoxicados, afirmou que ouviu uma discussão dela com o ex-namorado, em que ele a teria ameaçado de morte, na noite da sexta-feira”.

A mãe da jovem – que ainda se encontra em estado grave no Hospital da Restauração, no bairro do Derby, área central do Recife – afirmou que acredita na culpa de Jesemiel (que é conhecido em Camaragibe como Kiko). “Desde o momento em que o vi, não fui com a cara dele. O ex-marido dela jamais faria uma coisa dessas”, disse a faxineira, que pediu para não ser identificada.

Segundo a Polícia, Jesemiel tem passagem pelo sistema carcerário por receptação – foi preso em 2013, em Boa Viagem, com uma moto roubada. O site do Tribunal de Justiça do Estado, no entanto, mostra que ele também responde pelo crime de latrocínio (roubo seguido de lesão corporal grave ou morte), ocorrido no mesmo ano. “Nossa preocupação inicial foi confirmar a autoria do envenenamento. A partir de agora vamos investigar mais a fundo a vida pregressa dele”, afirmou Euricélia Nogueira. Jesemiel está preso em local não divulgado, pois houve aglomeração de pessoas em frente à delegacia de Camaragibe no dia de ontem, provavelmente para um eventual

Com informações da TV Jornal

LEIA TAMBÉM: Nove pessoas da mesma família são internadas sob suspeita de envenenamento

Comentários

Outras notícias