Ubannet

16/05/2017 às 22h30m - Atualizado em 16/05/2017 às 22h40m

Prefeito de Timbaúba participa da 'Marcha dos Municípios' em Brasília

Consolidado como o maior evento político em número de autoridades do mundo, a Marcha deverá reunir mais de quatro mil participantes, além de autoridades e representantes dos três Poderes.

ulisses_em_brasilia

O prefeito de Timbaúba, Ulisses Felinto Filho e o Secretário Municipal de Obras, Aurélio Franco de Sá, viajaram à Brasília nesta segunda-feira (15), para participar da 20ª Marcha em Defesa dos Municípios, que acontece de 15 a 18 deste mês na capital federal. Consolidado como o maior evento político em número de autoridades do mundo, a Marcha deverá reunir mais de quatro mil participantes, além de autoridades e representantes dos três Poderes.

A fase de debates da 20ª "Marcha em Defesa dos Municípios" foi aberta na manhã desta terça-feira (16), com a presença do presidente Michel Temer e dos presidentes da Câmara e do Senado Federal.

Além do encontro municipalista, o prefeito Ulisses estará também visitando lideranças e parlamentares do Estado em busca de recursos para o município. O retorno do chefe do Executivo de Timbaúba está previsto para quinta-feira (18).

Para Paulo Ziulkoski, presidente da Confederação Nacional de Municípios, a Marcha é um espaço de lutas para definir e alertar autoridades do Executivo, do Congresso Nacional e do Judiciário sobre temas que permitam a conquista de autonomia pelo Ente Município, além de mostrar ao cidadão os caminhos que os gestores municipais defendem como solução para enfrentar e vencer a crise que a todos atinge.

Confederação Nacional dos Municípios decide apoiar reforma da Previdência

O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, anunciou que o conselho político da entidade decidiu por maioria apoiar a aprovação da reforma da Previdência. De acordo com Ziulkoski, as novas regras de aposentadoria, se aprovadas, representarão um alívio financeiro para as prefeituras no futuro.

O presidente da CNM exibiu, durante a abertura da XX Marcha dos Prefeitos, dados atuais de uma prefeitura do Estado do Rio de Janeiro, para a qual a reforma da Previdência representaria uma queda de 50% no déficit projetado para o futuro. "Esse município tem folha de R$ 3,9 milhões ao mês e haveria R$ 400 mil por mês de economia", disse. Ziulkoski ressaltou que a entidade respeita as diferenças ideológicas dentro da própria entidade, mas que a decisão de apoiar foi tomada pela maioria.

Comentários

Outras notícias