Black Friday Ubannet

15/05/2014 às 10h59m - Atualizado em 15/05/2014 às 11h13m

Primeiro dia de greve da Polícia Militar de PE, violência na Região Metropolitana do Recife, rumores de arrastões, tiroteios, estupro e até linchamento

A tentativa de negociação com o Governo de Pernambuco não foi aceita pela categoria e a paralisação continua

O primeiro dia da greve dos policiais militares e dos bombeiros foi marcado por boatos e pontos de violência na Região Metropolitana do Recife. A tentativa de negociação com o Governo de Pernambuco não foi aceita pela categoria e a paralisação continuou. Assim como os rumores de arrastões, tiroteios, estupro e até linchamento, que nunca aconteceram. Nas redes sociais, as informações ganharam força como se verdade fossem, assustando os pernambucanos e incitando a população a mudar a rotina como método preventivo. À noite, o governador João Lyra Neto anunciou que, a partir desta quinta-feira, o Exército e a Força Nacional estarão nas ruas para garantir a segurança da população.

O caso mais grave foi registrado em Abreu e Lima. A cidade virou refém da insegurança. De manhã, um acidente envolvendo duas carretas deixou o trânsito complicado na BR-101 Norte. À tarde, um protesto no Km 50 da rodovia alcançou Igarassu. Com o trânsito completamente travado, uma onda de saques de cargas e estabelecimentos comerciais teve início. Treze pessoas foram detidas, incluindo seis adolescentes. Até mesmo a equipe de reportagem da TV Clube/Record foi ameaçada. No Centro da cidade, o rastro do vandalismo. Pessoas carregando máquinas de lavar e até geladeiras furtadas de lojas.

As informações são do Diário de Pernambuco
Fotos: Diário de Pernambuco

http://www.diariodepernambuco.com.br/vida-urbana/capa_vidaurbana/

Comentários

Outras notícias