Black Friday Ubannet

10/05/2018 às 14h27m - Atualizado em 11/05/2018 às 12h50m

No mês de abril foram registradas 418 ocorrências nos plantões em Timbaúba, diz Polícia Civil

Chefe da Polícia Civil nega fechamento do distrito nos finais de semana e diz que não falta policiais

chefe_da_p_civil_delegado_joselito_kehrle

Somente no mês de abril, a Delegacia de Timbaúba, na Zona da Mata, registrou 418 Boletins de Ocorrência (BOs) no período noturno, finais de semana e feriados. A informação foi dada ontem pelo chefe da Polícia Civil, Joselito do Amaral, para comprovar que a distrital vem funcionando integralmente, apesar da denúncia de que não havia ninguém para atender a vendedora Cláudia Aguiar Rodrigues, 44 anos, no último sábado, quando ela tentava registrar queixa contra o ex-marido, que a matou na madrugada da segunda-feira e se suicidou.

REFORÇO

“Foi aberto concurso para cem delegados, 500 agentes e 50 escrivães e o governo ampliou as vagas e passamos a chamar 140 delegados, 620 agentes e 90 escrivães. Com isso, conseguimos montar, em todas as delegacias do Estado, equipes investigativas com titular”, assegura. “Na Zona da Mata e Agreste, das 109 delegacias, 55 estavam sem delegados e hoje todas possuem titular”.

“A mulher que se depara numa situação de violência deve procurar a delegacia e terá um atendimento diferenciado. Mas se acontecer de não haver o atendimento lá, ela pode acionar o 190, que ele fará contato com o Copom e o agressor pode ser preso em flagrante. Ela também pode acionar a rede de proteção à mulher, que funciona via Secretaria da Mulher, através do telefone 08002818187”.

Comentários

Outras notícias