Black Friday Ubannet

08/05/2018 às 09h45m - Atualizado em 08/05/2018 às 12h19m

Timbaúba: Mulher procurou a polícia horas antes de ser morta pelo ex-marido

Segundo a irmã da vítima, que preferiu não se identificar, a Delegacia de Timbaúba que deveria possuir uma equipe de plantão, estava fechada e Cláudia não conseguiu prestar queixa.

mulher_morrta-suicidio
Informações do site da TV Jornal

Morta na madrugada dessa segunda-feira (7), a vendedora Cláudia Aguiar Rodrigues, de 46 anos, teria tentado prestar queixa no sábado (5) contra o ex-marido, suspeito de cometer o homicídio, mas não conseguiu. Segundo a irmã da vítima, que preferiu não se identificar, a Delegacia de Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, que deveria possuir uma equipe de plantão, estava fechada e Cláudia não conseguiu prestar queixa. 

Relembre o caso: 

Na noite do último sábado, ele teria ameaçado a ex-companheira de morte. A irmã da vítima afirmou ainda que o casamento de Cláudia e do também vendedor João Clímaco Rodrigues, de 51 anos, era marcado por brigas.

Os dois foram casados por mais de 20 anos e estava separados há dois meses. No entanto, o homem não aceitava o fim do relacionamento. A vendedora morou durante quase toda a vida em Timbaúba, mas, após a separação, se mudou para Carpina. Ela deixou três filhos, frutos do casamento com João e uma neta.

Saiba outars informações sobre Timbaúba clicando AQUI

A polícia vai apurar

A Polícia Civil de Pernambuco informou, através de nota, que irá investigar as informações, relatada por familiares, que a vítima teria procurado a Delegacia para denunciar o ex-companheiro e não teria sido atendida. "Caso comprovado, a Polícia Civil abrirá processo interno para esclarecer os fatos e apurar as responsabilidades", afirmou a corporação.

O caso

O homem suspeito de matar a ex-esposa a facadas, na manhã desta segunda-feira (7), em Timbaúba, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, foi encontrado morto. De acordo com a Polícia Civil, João Climaco Rodrigues, de 51 anos, teria se enforcado dentro da própria casa, na Cohab.

O homem estava sendo procurado pelas Polícias Militar e Civil após ser acusado de assassinar Cláudia Aguiar Rodrigues, de 46 anos, no bairro de Mocosinho, em Timbaúba. Segundo a Polícia Militar, ele teria discutido com a ex-companheira e, em seguida, desferido golpes no corpo dela com uma faca peixeira, no meio da rua.

Segundo a Polícia Civil, Cláudia Aguiar tinha voltado de uma festa em Itambé, também na Mata Norte, e foi para a casa da irmã, no bairro de Mocosinho. Por volta das 4h30, o ex-marido foi ao local que ela estava e começou a discutir com a mulher na frente da residência. Após a briga, ele esfaqueou a vítima com uma faca peixeira e, em seguida, fugiu do local. Cláudia Aguiar e João Rodrigues deixaram 3 filhos, sendo duas mulheres e um homem, além de uma neta.

Comentários

Outras notícias