Black Friday Ubannet

08/05/2014 às 04h17m - Atualizado em 08/05/2014 às 10h59m

Policiais Federais são recebidos na Assembleia Legislativa

Mais uma vez os sindicalistas distribuíram panfletos bilíngues e adesivos com a frase “Fora Dilma!”, durante o quinto protesto da categoria em 2014

Um elefante inflável de 4m de altura, rebocado por uma caminhonete, acompanhou os manifestantes durante o ato

Cerca de 30 agentes da Polícia Federal (PF), realizaram na manhã desta quarta-feira (7), uma passeata, que saiu da superintendência do órgão, no Cais do Apolo, no Bairro do Recife, e seguiu em direção à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), na rua da Aurora, em Santo Amaro.

Às 11h30, um elefante inflável de quatro metros de altura, rebocado por uma caminhonete, acompanhou os manifestantes durante o ato. Na barriga do animal estava escrito “Inquérito Policial - 96% de ineficiência”, porque segundo categoria, apenas 4% das investigações são concluídas. Com vendas, mordaças e megafones os sindicalistas também reclamaram, mais uma vez, o reajuste salarial, da vulnerabilidade dos aeroportos espalhados pelo Brasil, das influências políticas no meio policial e dos índices de doenças e suicídios de policias. O ato acusou a gestão pública de estar dando “passos de elefantinho”. O encerramento foi por volta das 12h30.

Na Alepe, os manifestantes foram recebidos pelo debutado estadual, Antônio Moraes, incumbido de representar os integrantes da Casa. “Vamos realizar uma audiência pública para elaboração de um documento que será encaminhado ao Ministério do Planejamento no Distrito Federal. Irei coletar assinaturas dos meus colegas e pedir apoio às causas da PF”, revelou. O encontro está marcado para o próximo dia 28, às 9h, no auditório anexo à Assembleia.

O presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Pernambuco (Sinpefpe), Marcelo Pires, explicou que o ato desta quarta (7) seguiu um calendário nacional. “Hoje é Dia do Oftalmologista e Dia do Silêncio, por isso escolhemos essa data para tentar, novamente, abrir os olhos da população para a forma como a segurança pública está sedo gerida. Alertar, também, sobre a ineficiência dos inquéritos, que acabam resultando em impunidade. Por este motivo, estamos usando vendas e mordaças”, sublinhou.

A passeata foi pacífica e atrapalhou relativamente o trânsito em diversos trechos: avenida Cais do Apolo, ponte Maurício de Nassau, Palácio da Justiça, ponte Santa Isabel e rua da Aurora. A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) orientou motoristas e auxiliou na passagem dos policiais. Mais uma vez os sindicalistas distribuíram panfletos bilíngues e adesivos com a frase “Fora Dilma!”. Este foi o quinto protesto da PF realizado este ano.

Pautas

Durante os próximos dias 13, 14 e 15 presidentes dos sindicatos ligados a PF, de todo o País, vão se reunir em Brasília. O objetivo do encontro é rever as pautas da categoria, propor modificações e, por fim, mostrá-las ao Governo. Os sindicalistas prometem greve para todo o mês de junho - quando acontecerá a Copa do Mundo - caso o Estado não se mostre complacente às reivindicações da categoria.

Com informações da Folha PE

Comentários

Outras notícias