Black Friday Ubannet

06/05/2017 às 23h12m - Atualizado em 07/05/2017 às 12h33m

Brasil estreia Árbitro de Vídeo na final do Campeonato Pernambucano

O jogo entre Sport e Salgueiro vai inaugurar o uso do recurso no país e também nas Américas

arbitro_de_video

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF), junto com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), apresentaram neste sábado (06) os detalhes da utilização do recurso chamado "árbitro de vídeo" que vai ser usado pela primeira vez no Brasil na final do Campeonato Pernambucano entre Sport e Salgueiro, neste domingo (7), na Ilha do Retiro, às 16h.

Em entrevista exclusiva à Rádio Jornal antes da coletiva, o presidente da FPF, Evandro Carvalho, adiantou que os trâmites para a utilização do AV foram iniciados em outubro de 2015, quando a Federação registrou o pedido de credenciamento ao projeto junto à CBF, disse se orgulhar de que este será o primeiro evento com uso desse recurso nas Américas (com uso integral da tecnologia, além da interatividade audiovisual0, defendendo que este se trata de um teste de qualificação tecnológica mais avançado que os demais já feitos no mundo. Segundo Evandro, esse será um experimento definitivo da tecnologia que a Fifa deverá anunciar para o uso na Copa das Confederações e na Copa do Mundo. "Fico muito feliz por ser na Ilha do Retiro, que foi um dos primeiros estádios no Norte e Nordeste a recepcionar a copa de 1950", arrematou Evandro.

SOBRE O RECURSO

A equipe que vai operar o Árbitro de Vídeo tem em torno de 20 pessoas. Pericles Bassols Pegado Cortes será o árbitro de vídeo, junto com outros profissionais que estão no Recife há cerca de uma semana. A equipe de arbitragem foi definida por sorteio, como determina o regulamento da competição, na última quarta-feira (3), na sede da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Todos são naturais do estado e fazem parte do quadro de árbitros da CBF/FPF: José Woshington da Silva, 29 anos, de Carpina (PE), será o árbitro principal; Marlon Rafael Gomes de Oliveira, 30 anos, de Paulista (PE), o assistente 1; Fabrício Leite Sales, 30 anos, de Camaragibe (PE), o assistente 2; e Gleydson Ferreira Leite, 40 anos, de Jaboatão dos Guararapes (PE), o assistente de revisão. Também está escalado Clóvis Amaral da Silva, 36 anos, de Recife, como assistente reserva.

Um treinamento foi feito na sexta-feira e outro será feito neste sábado à noite, quando todos os árbitros que vão atuar em Sport x Salgueiro, incluindo o AV, participarão de novo encontro de preparação. O projeto é brasileiro e foi criado com o apoio da Comissão de Arbitragem da CBF e da ENAF. O árbitro de vídeo não atua em todas as dúvidas que possam surgir em campo, mas nas informações são passadas ao árbitro principal em quatro situações:

- Foi gol / Não foi gol
- Foi pênalti / Não foi pênalti
- Cartão vermelho direto indevido
- Identificação errada do jogador punido

OPINIÃO DE UM ÁRBITRO

Interrogado sobre o uso do recurso, o ex-arbitro Sebastião Rufino declarou que ele tira o romantismo do futebol. "Prefiro aguardar a implantação, mas acho que realmente tira um pouco do romantismo do futebol. Acredito que as regras do futebol são muitas, mas apenas quatro delas vão estar sendo abordadas pelo AV. Acho muito pouco para uma regra com tantos percalços", criticou.

Inicialmente o custo total para a utilização do árbitro de vídeo estava orçado em R$ 700 mil, mas depois de serem revistos alguns pontos o valor caiu para R$ 140 mil. O valor não foi confirmado de maneira oficial nem pela FPF nem pela CBF, que alegam haver um pedido da própria Fifa para não revelar as cifras. Mas Evandro Carvalho confessa que o custo foi alto.

Comentários

Outras notícias