Black Friday Ubannet

02/05/2014 às 22h11m

Vândalos destroem estátua de Luiz Gonzaga, no Recife

Escultura fica na Praça Visconde de Mauá, na frente da Estação Central de Metrô do Recife

Mais uma estátua do Circuito da Poesia amanheceu danificada no Recife. Após a escultura de Ascenso Ferreira, instalada no Cais Alfândega, ter sido parcialmente destruída nesta semana, desta vez, foi o cantor Luiz Gonzaga que tombou. Na manhã desta sexta-feira (02), o monumento em homenagem ao Rei do Baião, situado na Praça Visconde de Mauá, na frente da Estação Central de Metrô do Recife, foi encontrado no chão com as pernas quebradas. A Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) enviará técnicos ao local para isolar a área neste sábado (03). De acordo com o órgão, a imagem teria sido empurrada com força por alguém e quebrou.

A Emlurb adiantou que o conserto da escultura será efetuado no próprio local, mas ainda não tem data para início. O artista responsável pela concepção da obra, Demétrio Albuquerque, já foi acionado e elabora um orçamento do reparo do monumento e dos demais confeccionados por ele para o Circuito da Poesia.

Através de nota oficial, o órgão informou que são gastos R$ 2 milhões por ano para recuperar monumentos, pontes e edificações públicas que sofrem ações de pichação e vandalismo. A última intervenção para a recuperação de um patrimônio público aconteceu com a entrega da Ponte d’Uchôa.

Ainda no documento, informou que o órgão conta com o setor de manutenção de monumentos, que possui uma equipe com 15 profissionais, entre restauradores, pintores e afins, encarregados dos serviços de restauro.

Com informações do Diário de Pernambuco
Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press

Comentários

Outras notícias