Black Friday Ubannet

01/05/2014 às 04h31m - Atualizado em 02/05/2014 às 10h36m

Maio começa com chuvas e renova esperança de agricultores

De acordo com o último boletim de Análise e Previsão Climática para o Setor Leste do Estado, as chuvas vão ocorrer de forma irregular

As previsões para esta quinta-feira (1° de maio) até o mês de julho, para o estado de Pernambuco, devem ser de chuvas para a Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, e Agreste do Estado. A informação é da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) e encheu de esperança o homem do campo, que necessita da terra para sobreviver.

Os efeitos da estiagem na comunidade foram além da agricultura. Água de beber só a armazenada nas cisternas de polietileno, entregues pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio do Programa Água Para Todos, do Ministério da Integração Nacional.

Cada cisterna de polietileno tem a capacidade para armazenar de forma segura 16 mil litros de água, o que garante fornecimento adequado para uma família de quatro a cinco pessoas beber e cozinhar durante nove meses de estiagem. O material utilizado na fabricação dos reservatórios é adequado à região.

De acordo com o último boletim de Análise e Previsão Climática para o Setor Leste do Estado, as chuvas vão ocorrer de forma irregular. No Agreste, por exemplo, a estimativa é que em algumas localidades chova acima da média e em outras abaixo. Já no Sertão, a estação chuvosa está no seu final, e os volumes de chuvas não são expressivos, embora ainda ocorram chuvas com acumulados significativos no Sertão do Pajeú e no Sertão do Moxotó.

A previsão é que as chuvas acumuladas no próximo trimestre deverão ficar próximas à média histórica: Região Metropolitana (873 mm), Zona da Mata e Litoral (689 mm) e Agreste (314 mm)

Leia mais AQUI

Com informações do NE 10
Foto: Carlos Maciel/Divulgação

Comentários

Outras notícias