Black Friday Ubannet

28/04/2017 às 04h04m

Suspeito de matar esposa asfixiada é preso pela PM, em João Pessoa

Homem disse que agiu no momento da raiva, após descobrir suposta traição.

pm-pb

Foi preso, no fim da tarde desta quinta-feira (27), o homem suspeito de matar a esposa asfixiada no bairro do Esplanada, em João Pessoa. O corpo de Maria do Carmo Guedes, de 46 anos, foi encontrado na manhã de quarta-feira (26), na casa onde eles moravam.

A prisão de Valdir Pereira de Sena, de 41 anos, foi realizada pela Polícia Militar, em Paratibe, após uma denúncia anônima. Ele confessou o crime para os policiais. Segundo a PM, ele deixou um celular em um cômodo da casa para flagrar uma conversa da mulher com outro homem.

“Eu peguei umas gravações, ela falando com uma pessoa aí. Foi um amante. Eu perguntava a ela se ela tinha alguém, ela dizia que não tinha, jurava que não tinha ninguém, em nome de Deus, de tudo”, disse o suspeito.

Valdir disse ainda que o crime não foi premeditado, que ele agiu no momento da raiva. “Vou pagar pelo que fiz e vou continuar a minha vida, porque sou cidadão trabalhador. Vou tomar conta dos meus filhos. Eu nunca roubei, nunca fui numa delegacia, foi a primeira vez”, comentou.
Após o crime, o homem explicou achava que a mulher ainda estava viva e buscou ajuda. Ele ligou para o filho avisando que a mãe estava desmaiada. Ao chegar em casa, o filho viu a mãe caída na sala e o pai fugiu em uma moto. O jovem acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou a morte.

Segundo a família, os dois moravam na mesma casa, mas estavam separados. O casal tinha dois filhos, um de 20 anos e uma adolescente de 16 anos.

As informações são do G1 Paraíba.

Comentários

Outras notícias