Black Friday Ubannet

25/04/2017 às 04h43m - Atualizado em 25/04/2017 às 05h16m

Sobe média diária de acidentes nas rodovias federais de Pernambuco durante feriado de Tiradentes

Este ano, a PRF registrou 62 ocorrências em quatro dias de fiscalização. A média diária foi de 15,5 colisões. Em 2016, foram notificadas 63 ocorrências, uma média diária de 12,6.

polcia_rodovia_federal

A Polícia Rodoviária Federal em Pernambuco (PRF) registrou, este ano, 62 acidentes nos quatro dias da ‘Operação Tiradentes’ realizada nas rodovias federais que cortam o estado. A média foi de 15,5 colisões a cada dia de fiscalização durante o feriadão. Em 2016, a ação durou 24 horas a mais e os patrulheiros notificaram 63 ocorrências. A média diária ficou em 12,6.

Durante a operação de 2017, houve 28 feridos e duas mortes. No ano passado, 46 pessoas sofreram lesões e ocorreu uma morte.

A batida mais grave ocorreu na Rodovia BR-232, em Custódia, no Sertão. O acidente foi registrado na sexta-feira (21) e envolveu um carro e um caminhão que transportava uma torre eólica. O motorista do automóvel, de 29 anos, invadiu a contramão e faleceu no local.

O outro acidente com morte foi uma colisão envolvendo um ciclomotor e um caminhão, que ocorreu no sábado (22), na BR 407, em Petrolina, também no Sertão. O condutor do ciclomotor, de 38 anos, tentou acessar a rodovia e colidiu contra o veículo de carga e morreu.

Durante quatro dias, a PRF fiscalizou 3.519 pessoas e 3.369 veículos. No período, os agentes emitiram 1.232 autuações por diversas irregularidades. Entre elas, estão 59 por ultrapassagens em local proibido, 44 pelo não uso do cinto de segurança, 20 pela falta da cadeirinha e duas pela ausência do capacete.

O reforço na fiscalização do uso do dispositivo de retenção para crianças registrou o dobro de autuações do feriado da Semana Santa, no início deste mês. Além disso, foram registradas 775 imagens de veículos que trafegavam com excesso de velocidade através da utilização de radares.
Para coibir a embriaguez ao volante, foram realizados 1.088 testes com o bafômetro, que contribuíram para autuar e retirar das rodovias 34 pessoas. Quatro motoristas que haviam ingerido bebida alcoólica acabaram sendo presos.

A fiscalização também recolheu 83 veículos irregulares, bem como apreendeu 51 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e 29 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). Ao todo, sete pessoas foram presas por porte ilegal de arma, receptação de veículo roubado e adulteração de veículo automotor.

Comentários

Outras notícias