Black Friday Ubannet

23/04/2017 às 14h45m - Atualizado em 24/04/2017 às 09h33m

Timbaúba: Moradores do Bairro Jardim Guarani pedem providência urgente a prefeitura para que seja feita a reposição das lâmpadas dos postes

Um morador entrou em contato com o Timbaúba Agora e relatou que a escuridão é tão grande que praticamente não é possível enxergar um palmo à frente do nariz.

 
A reclamação é grande por parte da população em relação a falta de iluminação nas ruas e avenidas de diversas localidades de Timbaúba. Várias denúncias chegam diariamente ao WhatsApp e Redes Sociais do Timbaúba Agora de moradores se queixando da escuridão e a sensação da falta de segurança nos últimos meses. 
 
Moradores apelam a Prefeitura de Timbaúba diariamente pela reposição das lâmpadas dos postes que estão queimadas. Isso não acabará com a violência, mas com certeza terá uma diminuição drástica. Pessoas que devido a escuridão estão com medo de voltar do trabalho a noite ou sair de casa antes do sol raiar. Estudantes universitários receosos de seguirem para sala de aula devido a escuridão que toma conta da Rua Luiz Marinho Falcão, após o cemitério, até a Faculdade de Timbaúba. 
 
O internauta Luiz Fransoa‎ entrou em contato com o site Timbaúba Agora e relatou o drama que passa atualmente os moradores do Bairro Jardim Guarani. Lá não é diferente do restante da cidade. Ele informou que os moradores da comunidade estão assustados e que a escuridão é tanta que praticamente não é possível enxergar um palmo à frente do nariz (como se percebe na foto).
 
unnamed
 
"Moradores da Rua Jardim Guarani na altura do número 387 pedem providência as autoridades da cidade de Timbaúba para colocarem iluminação nos postes mais fortes, pois está totalmente deserto e do jeito que a cidade está perigosa não dar pra ver nem de perto quem está vindo, muito menos de longe ...Por favor senhor prefeito, vereadores nos ajudem ...Clamor dos moradores", relatou na postagem o morador do Jardim Guarani, Luiz Fransoa‎. 
 
 
 
Você também pode fazer a sua denúncia pelo WhatsApp: (81) 99445-1863.
Ou pelas Redes Sociais do Timbaúba Agora:  
 
 Por Renato Melo/Timbaúba Agora

Comentários

Outras notícias