Black Friday Ubannet

20/04/2019 às 07h56m - Atualizado em 20/04/2019 às 09h01m

Engenheiro pernambucano é morto durante roubo a carro-forte na Bahia

A vítima era funcionário da Chesf e voltava do Morro do Chapéu, na Bahia, para Petrolina

pernambucano_morto_na_bahia

Um engenheiro civil de 50 anos foi morto na noite dessa quarta-feira (17), na BR-407, próximo a Juazeiro, na Bahia, por bandidos que explodiram um carro-forte e roubaram R$ 600 mil, segundo informações da Polícia Civil.

Ao menos quatro homens participaram da ação criminosa, de acordo com a polícia. Antes de abordar o carro-forte, pertencente à empresa Preserve, eles interceptaram um caminhão e colocaram fogo na cabine do veículo no meio da rodovia.

Em seguida, o carro-forte foi parado e os quatro seguranças rendidos, sem que houvesse troca de tiros. Os seguranças informaram à polícia que os bandidos estavam em um veículo Doblô e usavam pistolas e fuzis.

Após explodir o carro-forte e pegar o dinheiro, três dos seguranças foram colocados amarrados no teto do veículo e um outro dentro da Doblô. Eles foram libertados nas proximidades do povoado de Juremal, a 20 km de Juazeiro, sem ferimentos.

Tiros
Na fuga, os bandidos avistaram de longe uma ambulância com as sirenes ligadas e pensaram ser a polícia. De pronto, já iniciaram os tiros. O engenheiro vinha em outro veículo, na frente da ambulância, e foi atingido por um tiro na cabeça. Ivan era engenheiro civil da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). A informação foi confirmada pela assessoria da empresa.

Ivan Lopes de Souza morreu na hora. A polícia informou que ele é de Petrolina (PE), estava sozinho no veículo e voltava do Morro do Chapéu, na Bahia. Ninguém foi preso até o momento e nem a Doblô localizada.

Procurada, a empresa Preserve informou que não ia se manifestar sobre o assunto. A reportagem não conseguiu contato com o Sindforte-BA, representante dos seguranças de carro-forte.

Comentários

Outras notícias