Black Friday Ubannet

12/04/2019 às 14h45m

Dez trabalhadores em situação de escravidão são resgatados no Sertão de Pernambuco

Fiscalização identificou homens vivendo em situação análoga à de escravidão em uma plantação de tomates em Arcoverde

trabalho_escravo

Uma fiscalização resgatou dez trabalhadores quem viviam em condição análoga à de escravidão em uma fazenda em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco. Os trabalhadores moravam e trabalhavam em situação degradante em uma plantação de tomates quando foram localizados, nesta quarta-feira (10), por auditores fiscais da Superintendência Regional do Trabalho em Pernambuco.

A operação constatou que os trabalhadores eram abrigados em um alojamento repleto de irregularidades. Alguns empregados dormiam em caixotes e o local tinha risco elevado de choque elétrico e de incêndio. O imóvel também não tinha banheiro ou local de refeição, tampouco água.

Além das instalações subumanas, os fiscais detectaram que havia o risco de contaminação de trabalhadores na área de aplicação de agrotóxicos por falta de equipamento de proteção individual (EPI). Além dos dez trabalhadores em situação análoga à de escravidão, a fiscalização também identificou outros 37 empregados sem registro na carteira de trabalho, o que configura situação de irregularidade.

O flagrante, que contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e do Ministério Público do Trabalho, identificou que os trabalhadores eram arregimentados de cidades próximas, como Camocim de São Félix e Buíque. Dois alojamentos em condições precárias foram interditados e 50 autos de infração foram emitidos.

Além das multas envolvidas, a fiscalização pode resultar em uma apuração criminal, uma vez que a submissão de pessoas a esse tipo de condição configura em crime previsto no artigo 149 do Código Penal. Como forma de indenização prévia, cada trabalhador receberá R$ 3 mil nesta sexta-feira (12).

Do OP9

Comentários

Outras notícias