Black Friday Ubannet

11/04/2017 às 15h35m - Atualizado em 11/04/2017 às 15h37m

Advogados são alvos de operação contra pornografia infantil

Os dois foram presos e autuados em flagrante, se condenados, podem pegar até 4 anos de prisão. A ação está sendo acompanhada por representantes da OAB

Dois advogados foram alvos de uma operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta terça-feira (11) com o objetivo de combater a pornografia infantil na rede mundial de computadores. A Operação Curumim cumpriu dois mandados de busca e apreensão nos bairros de Encruzilhada e Ponto de Parada.

Os crimes que estão sendo investigados são: armazenamento, compartilhamento e divulgação de imagens e vídeos de pornografia infantil na internet. A ação está sendo acompanhada por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e conta com a participação efetiva de dez policiais federais distribuídos em duas equipes.

Investigações

As investigações, que começaram em março de 2016, foram baseadas em suspeitas onde usuários de programas de compartilhamento de arquivos pela internet estavam disponibilizando diversos arquivos de imagens e vídeos contendo cenas de sexo explícito ou pornográficas envolvendo crianças e adolescentes.

Os computadores foram analisados nas residências dos suspeitos e foi detectado a presença de material pornográfico infantil. Os dois foram presos e autuados em flagrante. Se condenados, podem pegar até 4 anos de prisão.

Da TV Jornal

Comentários

Outras notícias