Black Friday Ubannet

10/04/2019 às 07h31m - Atualizado em 10/04/2019 às 07h47m

'Estelionatário galã' que usava cartões clonados para aplicar golpes em cinco estados é preso em flagrante no Recife

Com ele, foram apreendidos mais de R$ 30 mil em produtos, como roupas e semijoias. Diego Costa ficou conhecido como 'estelionatário galã' após seduzir vítima em Minas Gerais.

estelionatario-gala

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante por aplicar golpes utilizando cartões clonados no Recife. Segundo a Polícia Civil, Diego Machado Costa ficou conhecido como "estelionatário galã" após seduzir uma de suas vítimas. Há registros de crimes praticados por ele em outros quatro estados: Bahia, Espírito Santo, Goiás e Minas Gerais.

Ainda de acordo com a polícia, ele foi preso com mais de R$ 30 mil em produtos obtidos por meio das fraudes que praticava, como roupas e semijoias. A prisão foi realizada pela Delegacia de Apipucos, na Zona Norte do Recife, mas o homem foi encontrado em um hotel no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul da cidade.

Diego foi preso na quarta-feira (3), mas o caso foi divulgado nesta terça-feira (9). No dia anterior à prisão, o "estelionatário galã" havia aplicado um golpe em um hotel em Goiás, com um cartão clonado, segundo a polícia. Ele tentou fugir dos policiais, mas foi capturado. A participação de duas mulheres no esquema criminoso, sendo uma pernambucana e uma goiana, é investigada.

De acordo com o delegado Ramon Teixeira, titular da Delegacia de Apipucos, a polícia acredita que há vítimas não identificadas do golpe, inclusive em Pernambuco, já que Diego visitou o estado diversas vezes antes de ser preso.

"O hotel onde ele se hospedou em Boa Viagem, para se precaver, fez uma abordagem de cobrança. Ele se assustou e foi à Caixa Econômica Federal para penhorar um cordão de ouro e conseguir o dinheiro. Ele pagou o hotel e a polícia já havia sido acionada em Pernambuco. Foi aí que a Delegacia de Apipucos fez a abordagem. Ele tentou correr, mas foi detido", conta o delegado.

Ainda segundo Ramon Teixeira, a prisão em flagrante de Diego ocorreu por causa do golpe aplicado em um hotel em Goiás e pela apreensão do material oriundo dos crimes, mas a polícia ainda não sabe a quantidade de crimes praticados pelo "estelionatário galã".

"Nos últimos anos, ele teve um vasto histórico de vítimas em diversos estados, quer pela clonagem de cartões ou golpes de qualquer natureza. Ele já havia sido preso anteriormente em Minas Gerais e na Bahia. Também temos matérias jornalísticas de sua prisão no Espírito Santo e no estado de Goiás", afirma o delegado.

A proprietária do estabelecimento de onde foi retirada a mercadoria apreendida veio ao Recife para depor à Polícia Civil. Segundo a corporação, o material foi recuperado quase que por completo.

Diego foi autuado em flagrante pelo crime de furto mediante fraude e encaminhado à audiência de custódia. Na sessão, segundo a polícia, foi decretada a conversão do flagrante em prisão preventiva. A reportagem tenta descobrir o contato da defesa do "estelionatário galã".

Do G1 PE

Comentários

Outras notícias