Black Friday Ubannet

04/04/2017 às 09h52m - Atualizado em 04/04/2017 às 09h36m

Jarbas Vasconcelos encontra Geraldo Alckmin para discutir eleições nacionais

Em Pernambuco, o nome de Jarbas Vasconcelos, aliado do PSB de Paulo Câmara, é cotado para a disputa do Senado.

jarbas-e-alckmin-1

O deputado federal Jarbas Vasconcelos, do PMDB de Pernambuco, está sendo recebido neste momento pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do PSDB, no Palácio do Bandeirantes.

O encontro dos dois caciques políticos estava marcado desde a semana passada e gira em torno do quadro das eleições nacionais de 2018. Caso saia candidato, o tucano precisa do Nordeste para tornar-se competitivo. No começo do ano, chegou a emprestar ao governo Temer bombas hidráulicas para acelerar a chegada das águas da transposição do São Francisco à Paraiba.

Em Pernambuco, o nome de Jarbas Vasconcelos, aliado do PSB de Paulo Câmara, é cotado para a disputa do Senado.

No Estado, o PSDB faz oposição ao governador do PSB, desde a eleição municipal do Recife. O governador socialista pediu ao PSDB e ao DEM que entregassem os cargos no Estado, depois que os dois partidos decidiram disputar as eleições com candidatos próprio.

 O PSDB lançou o deputado federal Daniel Coelho como candidato a prefeito. Pelo Democratas, a candidata foi a deputada estadual Priscila Krause.
 

De acordo com a assessoria do deputado, o governador de São Paulo também busca informar-se sobre a região Nordeste.

Reportagem da Folha de São Paulo desta segunda-feira trata d estratégia de Alckmin de receber caciques nos Bandeirantes. O jornal chamou de “política de varanda”

Nesta mesma matéria, Alckimin reconhece que o foco dele é o Nordeste. Assim, o objetivo do encontro seria chamar Jarbas Vasconcelos para conversar e ouvir dele um pouco do que se passa em Pernambuco e pelo Nordeste.

É a segunda vez que Alckmin convida Jarbas para uma conversa ao pé do ouvido no Palácio dos Bandeirantes. A primeira foi em junho de 2015.

O convite para o encontro foi feito a Jarbas ainda no final do ano passado, mas por dificuldades de agenda só ocorre hoje.

De acordo com tucanos, Jarbas foi se encontrar com Alckmin porque conhece e tem uma admiração recíproca.

“Com Doria não poderia ser porque não se conhece. A agenda dos dois é boa porque Jarbas é um líder nacional do PMDB. Já Geraldo tem uma agenda aberta diariamente com lideranças do Brasil inteiro”

As informações são do Blog do Jamildo
Foto: Reprodução/Divulgação

Comentários

Outras notícias